Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Tempo

Num dos últimos posts referi o que a falta de tempo me faz sentir. A angústia e a frustração de querer fazer coisas que gosto e que, neste momento, se tornam impossíveis de realizar. Até mesmo os posts que foram saindo ao longo da semana foram escristos numa "empreitada". Ultimamente não tenho tempo para nada além de trabalhar, trabalhar, trabalhar. A minha família tem sido uma das grandes afectadas com este facto e também pelo cansaço que me torna impaciente e, muitas vezes, irascível.

Como sabemos, o Homem é um animal de hábitos e avesso a mudanças. Apesar de passarmos a vida a querer provar o contrário, esta é uma verdade incontestável. Não é fácil mudar e, quanto maior for a mudança e o que ela acarreta e implica, maior a nossa resistência a ela.

Passamos a vida a dizer que queremos emagrecer, mudar de casa, deixar de fumar... mas o facto é que poderíamos fazer muito mais se não fossemos, na grande maioria, acomodados à nossa vidinha e hábitos de sempre.

Alguém disse um dia que tudo muda na vida, menos a mudança e é bem verdade. Embora ofereçamos resistência, tudo muda. Feliz ou infelizmente, nada dura para sempre e o Sr. Tempo é um (senão "O"), grande culpado.

Claro que, tal como em tudo, existem sempre dois lados, duas perspectivas da mesma realidade ou situação: a positiva ou a negativa, as quais dependem em grande parte de nós próprios.

No fundo, o tempo avança impiedosamente e indiferente ao que se passa à sua volta. O tempo está a andar mais depressa e, mesmo que queiramos, já não temos tempo para estar com os amigos, muitas vezes nem para um telefonema. Ainda vamos mandando uns emails, nada muito pessoal, daqueles que é só reencaminhar com mensagens de amizade, umas mais lamechas do que outras.

E não é por mal! É tanta coisa nas nossas cabeças! Há quanto tempo não consigo ficar em casa, simplesmente preguiçando! E quando isso acontece, não é porque não tenha tarefas à minha espera e sim porque sinto que já não tenho energia para mais nada e me sinto exausta e sem forças.

Peço perdão por me tornar repetitiva mas ultimamente até me aborreço de mim própria e só me apetece falar do que me aflige!

tags:
publicado por daplanicie às 08:31

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De letras a 20 de Novembro de 2008 às 11:12
Pois é..tamém me sinto assim. Sufocada. Sem tempo para mais nada alem de trabalhar.
Depois lembro-me dos meus pais e da sua lição de sempre:
"O trabalho (ou a escola) não são o mais importante da vida".
E não são.
Nunca vivemos mal. Nunca passámos dificuldades [de maior]. Nunca fomos ricos, também nem tivemos muito dinheiro. A minha mãe optou por ficar em casa a tomar conta de nos e portanto so o meu pai é que trabalhou.
E esse tempo que ela esteve comigo fazem dela a pessoa mais importante da minha vida!
Mas o meu pai também é a pessoa mais importante da minha vida. Porque se dedicou. Porque trabalhou. Porque passei dias, semanas sem o ver.
Mas porque me ensinou que está sempre lá, mesmo quando não está!

Nao te aflijas. Vive.Respira. E lembra-te sempre do que dizia Wilde: "A maioria das pessoas não vive. Somente existe".
Vive!
De daplanicie a 20 de Novembro de 2008 às 12:27
Adorei o teu comentário! Revi-me nele e parecia que estavas a descrever a minha família e a relação que existe entre nós. Muito obrigada.
Beijinhos
De guiga a 20 de Novembro de 2008 às 15:29
Tens mais é que desabafar! Se não tiveres a liberdade de o fazer cá, vais fazê-lo onde?!
E estarei cá para te ouvir, lendo! :D
Beijocas *.*
De daplanicie a 20 de Novembro de 2008 às 19:04
E que posso eu desejar mais?!
Beijinhos
De * * Grilinha * * a 22 de Novembro de 2008 às 01:35
Desabafar faz bem e alivia o stress.

O blog é como uma almofada (bom conselheiro).

Beijinhos e Bom Fim de Semana

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds