Sábado, 14 de Março de 2009

Virose

Os números não mentem. 200 000 nas ruas. Com o desemprego a alastrar e as condições de vida cada vez mais degradadas, o descontentamento ganha forma na multidão triste que desfilou pelas avenidas de Lisboa.

Não sei explicar bem, acho que o nosso país está a ser atacado por um vírus. Mas parece um vírus programado para atacar apenas os mais fracos. E, apesar do que possa dizer-se neste momento, todas as classes profissionais média e média baixa são as mais fragilizadas, porque as outras, para ainda mais baixo, o foram sempre e, segundo todas as previsões, sempre o serão.
Enquanto o nosso "propagandista" se entretém em terras africanas a distribuir Magalhães, enquanto a ministra da educação age deseducando, enquanto o ministro das Finanças se entretém a fechar as portas às reformas de professores doentes, enquanto na Justiça se libertam os meliantes de cartola alta, a virose mantém-se, nada havendo que a possa debelar.
Alguns milhares de portugueses fogem do país não sendo bem acolhidos noutros, também em crise de vírus imaginários e difíceis de tratar, por cá aceita-se toda a espécie de gente, que aumenta a população dependente. É uma verdadeira alegria na tristeza da "canção nacional".
O sector social perde a sensibilidade e perde o socialismo, que se perde também pelas ruas e lares. Aumenta a tristeza dum povo taciturno e cada vez mais sombrio. Perde-se a elegância até na maneira de lhe mentir, coisa que fazem com a maior desfaçatez.
Que fazer em semelhante encruzilhada? Só nas ruas se pode vencer o desprezo e desilusão em Abril vencidas, mas logo derrotadas de novo.
No meio disto tudo, e muito mais, nem o Magalhães se salva, embora tenha sido apresentado  como um verdadeiro arauto do regresso dum Sebastião bem morto.

publicado por daplanicie às 13:14

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De inoutyou a 14 de Março de 2009 às 22:50

Bonito texto Luz, com muitas verdades pelo meio...

Beijinhos e Bom Domingo
Alex

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds