Sábado, 30 de Junho de 2007

Birras de crianças

Estava eu muito aborrecida na fila do supermercado que parecia não ter fim e que enguiçava a todo o instante ou porque a senhora não tinha pesado as cebolas ou porque o produto não tinha código de barras, etc , quando começo a ouvir atrás de mim uma vozinha exigente que dizia em tom de autoridade "Mas eu quero!".

Voltei-me para ver e realmente o tamanho do dono não correspondia à autoridade que transmitia pois tratava-se de um pimpolho com uns 4/5 anos no máximo. Pus-me a observar e, quando ouvi a voz da mãe muito fraca e hesitante a dizer "Oh filho, mas não pode ser" pensei logo para comigo que estava o "baile armado" e ia haver espectáculo grátis.

E assim foi. O rapazito, depois de dizer novamente as mesmas palavras e de a mãe dar a mesma resposta, desta vez como se lhe pedisse desculpa, atira-se ao chão como se estivesse a ter um ataque. Bem pensando bem, estava mesmo a ter um ataque...mas era de má criação!!

A senhora, do mais constrangido, puxava-o pelo braço e dizia para ele se levantar porque viu que as pessoas à volta começavam a prestar atenção, alguns com uns sorrisinhos sardónicos de esguelha.

O miúdo também se apercebeu da atenção que despertava e isso não lhe desagradou nadinha: vá de gritar e espernear de tal maneira que mais parecia que o estavam a matar. O certo é que o bom do miúdo parecia um corpo morto estiraçado no meio do chão e a mãe, cada vez mais embaraçada, não conseguia de forma nenhuma levantá-lo. Ia tentando e dizendo "Levanta-te. A mãe compra noutro dia.". E veio logo pronta a resposta do pequeno Maquiavel de calções. "Mas eu quero já!".

E aquilo foi dito em tal tom que a senhora deve ter ficado aterrorizada e surtiu um efeito dos diabos. Respondeu-lhe logo "Pronto, está bem, a mãe compra.".

Oh meus amigos, aquilo parecia milagre. O puto levantou-se num ápice, sorridente e bem disposto, das lágrimas (de crocodilo) nem  vestígios.

Até me fez lembrar o filme "O exorcismo" quando o padre arranca o diabo do corpo da rapariga e, de um instante pro outro, até as feições se lhe modificam. Foi tal e qual. Do ser diabólico que guinchava e esperneava para gáudio dos assistentes não havia nem a menor sombra. Ali, no seu lugar, estava um menino meigo e bem disposto que até teve a amabilidade de dizer à mãe "gosto muito de ti!".

E lá foram buscar o objecto da birra que nem sequer cheguei a saber qual foi.

E fiquei a pensar que tive bastante sorte de nenhum dos meus 3 filhos ter sido responsável por um "espectáculo de supermercado". Ou será que não foi sorte?

 

 

 

 

tags:
publicado por daplanicie às 09:41

link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

A febre dos telemóveis

Acho impressionante a dependência de toda a gente em relação aos telemóveis, principalmente dos jovens. A qualquer lado que se vá só se vêem pessoas de maquineta na mão, a falar, a mandar sms , a dar toques, etc. O telemóvel tornou-se mesmo um elemento indispensável na sociedade actual. Se por acaso nos esquecemos do telemóvel em casa quando saímos, sentimos logo a sua falta e parece que ficamos com a sensação de que estamos incontactáveis e isolados do mundo.

É uma autêntica dependência e esta, como qualquer outra dependência não pode ser saudável.

As frases "dou-te um toque quando sair", "manda-me uma mensagem", "liga-me assim que chegares" fazem parte do quotidiano de um país que tem mais telemóveis do que habitantes. É incrível mas crianças de 6/7 anos têm telemóveis todos XPTO e topo de gama aos quais só falta tirar cafés e passear o cão.

Ter uma boa "máquina" tornou-se uma nova forma de exibir status e os homens, que ligam muito mais a esses pormenores do que as mulheres (claro, temos mais em que pensar, pelo amor de Deus!), é vê-los a comparar as potencialidades do "bichinho" a quem chegam a baptizar de nomes carinhosos.

Claro que não é tudo mau quando se fala de tecnologia. De bom, tem o facto de estarmos sempre em contacto com toda a gente. De mau tem o facto de estarmos SEMPRE em contacto com toda a gente. Mesmo com pessoas que não nos apetecia nada no momento. E depois, se não atendemos imediatamente é ouvir logo o tom queixoso: "Liguei-te 7 vezes e nunca me atendeste. O que se passa?". Será assim tão difícil de adivinhar?? Se não atendemos, das duas uma: ou não temos o tlm connosco e estar a ligar vezes e vezes de seguida não vai adiantar de nada ou então não nos apetece mesmo atender e não adianta insistir...a não ser que nos vençam pelo cansaço!!

publicado por daplanicie às 17:05

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

Avó

Quero ser a senhora do tempo para lhe ordenar que, ao invés de avançar, recue. Recue até chegar ao tempo em que ainda te podia ver, podia sentir o calor do teu sorriso e ouvir a tua voz que  hoje ouço apenas nos meus sonhos. Quero de novo sentir as tuas mãos nos meus cabelos, tecendo longas tranças que depois enfeitavas com uma fita colorida e, olhando para mim, e dizias que estava linda. E era assim mesmo que me sentia só pelo amor do teu olhar.

Quero de novo ficar sentada aos teus pés a ouvir as histórias que repetidamente contavas e em que, de cada vez que a ouvíamos o enredo era diferente e os finais surpreendentes. Apenas para nos ouvires dizer que da outra vez não era assim. E então rias e respondias "Mas agora é...". E nós ficávamos ali, encantados a olhar para a fada boa que conseguia mudar os destinos das personagens que já conhecíamos de cor.

Quero voltar às memórias em que me consolavas com o teu abraço tranquilo quando estava triste e me dizias ao ouvido que tudo ia ficar bem.

Eu sei bem porque Deus te quis junto dele. Porque precisa de pessoas como tu para fazerem parte da sua corte de Anjos, que envia para ajudarem quem precisa.

Mas apesar disso, quero de novo o tempo em que estavas mesmo presente, em vez de te sentir apenas como  meu Anjo da Guarda.

tags:
publicado por daplanicie às 18:03

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Com o tempo

Com o tempo...

Entendemos que os verdadeiros amigos se contam pelos dedos, e que aquele que não luta para os ter, mais cedo ou mais tarde se verá rodeado
unicamente de amizades falsas...

Com o tempo...
Aprendemos que as palavras ditas num momento de raiva, podem continuar a magoar a quem as dissemos, durante toda a vida...

Com o tempo...

Aprendemos que desculpar todos o fazem, mas perdoar, só as almas grandes o conseguem...

Com o tempo...
Compreendemos que se ferimos muito um amigo, provavelmente a amizade jamais será a mesma...

Com o tempo...
Damo-nos conta de que cada experiência vivida com cada pessoa, é irrepetível...

Com o tempo...

Apercebemo-nos de que aquele que humilha ou despreza um ser humano,
mais cedo ou mais tarde sofrerá as mesmas humilhações e desprezos,
só que multiplicados...

Com o tempo...

Aprendemos a construir todos os nossos caminhos hoje, porque o terreno de amanhã é demasiado incerto para fazer planos...

Com o tempo...

Compreendemos que apressar as coisas ou forçá-las para que aconteçam, fará com que no final não sejam como esperávamos ...

Com o tempo...
Vemos que, na realidade, o melhor não era o futuro,
mas sim o momento que estávamos vivendo naquele instante...

Com o tempo...
Aprendemos que tentar perdoar ou pedir perdão, dizer que amamos, dizer que sentimos falta, dizer que precisamos, dizer que queremos ser amigo... ...junto de um caixão... ...deixa de fazer sentido...

Por isso, recordemos sempre estas palavras:
“O homem torna-se velho muito rápido e sábio demasiado tarde”.
Exatamente quando:
JÁ NÃO HÁ TEMPO!

publicado por daplanicie às 17:08

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

Voltar às memórias

Esta noite sonhei com a minha casa. A casa onde vivi a minha infância e juventude e onde passei momentos tão felizes. Foi um sonho que me deixou na boca um gosto de nostalgia que tarda em desaparecer.

 Gostava de poder lá voltar. Abrir a porta e subir as escadas devagar apreciando cada pormenor que ainda guardo na memória. Percorrer os quartos e a sala, ir à cozinha e descer os 3 degraus que davam para o quintal. É pena isso ser impossível porque a minha casa, como tantas outras, foi destruída há muitos anos e no seu lugar surgiu um prédio de 6 andares.

Sinto uma imensa tristeza quando por lá passo porque até mesmo a rua está irreconhecível. É o progresso.

 Só mesmo nos meus sonhos continuo a visitá-la uma e outra vez.

publicado por daplanicie às 09:38

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Terça-feira, 26 de Junho de 2007

Em nome do Pai...

Realmente Portugal é um país que tem situações de tal maneira caricatas que não lembram ao diabo mais velho. Então não é que andou por terras do Norte um padre baptizando, casando e fazendo funerais a quem dele precisava? A notícia nada teria de extraordinário se não fosse o caso de o padre...não ser padre. Até num jornal chinês a notícia saiu.

"Quando o homem disse 'Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo' a polícia entrou na igreja e deteve-o", diz a edição de hoje do China Daily.

Até na China ficamos famosos, é impressionante!

O homem que se fazia passar por padre há pelo menos 4 anos, foi detido quando se preparava para baptizar um bebé, que viu assim interrompida a cerimónia com a invasão da igreja pelos agentes da polícia. 

Aflitas com esta situação estão as pessoas que por ele foram casadas que agora vêem de um dia para o outro que viveram em pecado até agora. Parece que agora têm que se casar outra vez, porque a cerimónia realizada pelo falso padre não é válida. Apesar disso, e como as pessoas não têm qualquer culpa pelo sucedido, a igreja católica está a tentar que o Vaticano confirme esses matrimónios.

No entanto, o insólito da situação é que o "padre" até exorcismos realizou quando estava a prestar apoio eclesiástico na paróquia de Albufeira durante o mês de Agosto, onde era conhecido como uma pessoa muito simpática e que estava sempre pronto a ajudar quem dele precisava e também a burlar quem podia, já que por terras algarvias enganou uma série de pessoas, que chegaram a pagar-lhe missas adiantadas.

Coisas do nosso Portugal!! 

publicado por daplanicie às 12:17

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Palavras para quê??!!

Autor de blogue responde a Sócrates com uma queixa-crime por difamação e denúncia caluniosa
26.06.2007 - 10h35 José António Cerejo

António Balbino Caldeira, o autor do blogue Do Portugal Profundo, vai processar José Sócrates por difamação e denúncia caluniosa. A acção constitui a primeira resposta daquele professor do Instituto Politécnico de Santarém ao processo que o primeiro-ministro lhe moveu por causa das notícias que tem publicado, desde Fevereiro de 2005, acerca do percurso académico de Sócrates.

António Caldeira será ouvido na quinta-feira no Departamento Central de Investigação e Acção Penal numa dupla qualidade: como testemunha no inquérito aberto com base numa denúncia do advogado José Maria Martins, relativo à obtenção do diploma de licenciatura e do uso do título de engenheiro por parte do primeiro-ministro; e como arguido no processo que resulta da queixa por difamação que Sócrates apresentou contra ele, por via dos escritos que, antes de mais alguém o fazer, publicou no seu blogue sobre o mesmo tema.

De acordo com José Maria Martins, que foi mandatado por Caldeira para o representar, o seu cliente, quando for ouvido, "apresentará de imediato uma queixa-crime por difamação e denúncia caluniosa contra Sócrates". Numa segunda fase, a concretizar a breve prazo, Caldeira desencadeará uma acção cível, na qual vai pedir uma indemnização ao primeiro-ministro, por via dos danos que lhe causou com a acusação de difamação.

No âmbito desse processo, pretende que seja avaliada a licitude do percurso académico de Sócrates, com o objectivo de demonstrar o fundamento e a legitimidade da sua intervenção, enquanto cidadão, no blogue que anima. Por via da prova a fazer em tribunal, Caldeira deseja evidenciar a falta de bases da queixa de Sócrates, o consequente prejuízo que ela lhe causou e a razão de ser da indemnização que lhe vai pedir.

Segundo José Maria Martins, o seu cliente "está muito tranquilo" e decidiu avançar judicialmente contra o primeiro-ministro apenas depois de este o ter acusado a ele. Na semana passada, quando ainda não tinha a confirmação da origem da queixa apresentada contra si, António Caldeira escreveu no seu blogue que não queria acreditar que "o primeiro-ministro, por vingança, processe quem levantou dúvidas legítimas e publicou a verdade sobre o seu percurso académico".

sinto-me:
publicado por daplanicie às 12:13

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segredos das pessoas com sorte

1 - Presuma sempre que a sorte está do seu lado. As pessoas optimistas mantêm sempre uma atitude certa porque acreditam que lhes acontecem sempre coisas boas.

2 - Controle as emoções. Para se chegar a um estado de felicidade é importante ver o lado bom de todos os acontecimentos.

3 - Mantenha a mente aberta a oportunidades. Não podemos adivinhar o que o futuro nos reserva mas é muito bom tentar descobrir o que há de positivo nos outros e confiar mais nas pessoas.

4 - Pense que o mundo é seu. Não é sentado em casa a lamentar-se que conseguirá que coisas boas lhe aconteçam.

5 - Controle a inveja. Se vivermos sempre a comparar as nossas vidas com as dos outros nunca conseguiremos ser felizes.

6 - Mantenha-se atento aos outros. Quanto mais pessoas conhecermos e mais queridos formos mais hipóteses temos de ter sorte.

7 - Procure o seu lado positivo. Quem tem uma visão positiva dos acontecimentos passados e uma perspectiva positiva do futuro terá um estado emocional equilibrado.

tags:
publicado por daplanicie às 10:33

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Amuletos e talismãs

"Se quiseres, confia na pata do coelho: mas lembra-te de que ela não deu sorte nem sequer ao coelho."

 

R. E. Shay

 

Desde a Antiguidade que o Homem tenta afastar a má sorte utilizando amuletos e talismãs. À primeira vista dir-se-ia que entre uns e outros não existem diferenças mas na realidade não é bem assim. A diferença entre um amuleto e um talismã é que o primeiro protege das más influências e o segundo destina-se a atrair a boa sorte.

A nossa procura pela felicidade é uma constante e, cientes de que não conseguimos traçar o nosso destino em todas as suas variáveis, tentamos de alguma forma sentir-nos seguros, como se protegidos por algo mágico.

Vivemos numa procura constante e, nesta busca, apesar de muitos se mostrarem incrédulos e alguns até o ridicularizarem, o certo é que cada um de nós, no seu pensamento mais secreto tem a esperança e a crença em algo que de certa forma tentamos materializar, seja numa pedra, numa medalha, numa imagem ou em qualquer outro objecto.

O uso de amuletos é universal em quase todas as culturas, sendo familiar aos europeus e americanos mais modernos sob a forma do pé de coelho para dar boa sorte, dos trevos de quatro folhas, das ferraduras, dos anéis com a pedra do signo e das moedas de boa sorte.
Há até quem chegue a ter uma "roupa da sorte" que usa repetidamente em situações em que pensa precisar de ser bafejado pela dita. Outros têm rituais que utilizam em determinadas situações.

Quando a vida está do nosso lado, achamos que é mero acaso. Será mesmo? Ir pela fila mais rápida na portagem pode parecer uma feliz coincidência, entretanto é mais provável que tenhamos observado as filas e evitado as mais lentas. O mesmo se dá quando encontramos uma vaga no estacionamento do supermercado que parece cheio. Será que, ao avistarmos alguém caminhando e tirando as chaves do bolso, não reduzimos a velocidade?
Tais experiências fazem com que nos sintamos bem, mas apenas por um breve momento. Queremos um tipo de sorte mais permanente - um bom emprego, um companheiro, amigos sinceros, vida confortável, paz de espírito. Mas, para criar tal sorte, é preciso desenvolver uma "estrela", uma combinação de atitude e comportamento capaz de atrair oportunidades.
Pessoas que parecem ter sorte são queridas porque têm autoconfiança e auto-estima elevadas, e são felizes. Parece que somos atraídos por elas porque seu estado de espírito nos influencia. Tendemos a desenvolver um pouco das características das pessoas bem-sucedidas.
Se mentalizarmos a sorte, a probabilidade da nossa estrela brilhar será maior. Mas a quantidade de "pó de perlimpimpim " a cair sobre nós também vai depender da nossa capacidade de desenvolver uma personalidade afortunada.


publicado por daplanicie às 10:05

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

Compaixão

A compaixão tem má reputação. Ninguém gosta de ser objecto dela e nem sequer de a sentir, no entanto a compaixão é uma forma de simpatia. É a simpatia na dor ou tristeza de outrem , é participar nos sentimentos de alguém. A compaixão não é dó nem pena, mas sintonia interior com a situação em que o outro se encontra, o que nos leva ao gesto de tentar fazer o que é possível para ajudar, a fim de que a pessoa não se sinta só e perceba que há um ombro amigo que se pode encostar ao seu e que a pode ajudar a prosseguir.

A pobreza da nossa sociedade está no egoísmo generalizado que mata as relações pessoais e os sentimentos nobres, capazes de compaixão e partilha. O calor da amizade e a vontade de minimizar o sofrimento de alguém, efectivamente, humaniza a sociedade. O egoísmo onde só cabem os interesses pessoais, satisfeitos a qualquer preço, é como um vendaval que destrói a justiça e mina a verdade, tornando impossível os sentimentos nobres.

publicado por daplanicie às 12:38

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds