Segunda-feira, 2 de Julho de 2007

Viver de aparências

Na nossa sociedade floresceu nos últimos anos um tipo de vida que poderíamos denominar de "viver de aparências". A vida de cada um é avaliada não pelo que é como pessoa ou pelas suas conquistas e valores mas sim por padrões rígidos e pouco inteligentes de "ÉS O QUE TENS".

O exibir um bom carro, uma roupa de marca e falar da viagem que se fez no Verão a uma estância tropical é o objectivo de vida de muitas pessoas independentemente do facto de estarem enterradas em créditos e dívidas. O que interessa realmente a essas pessoas é ostentarem riquezas que na verdade não possuem.

Viver assim é duro, é representar constantemente, é iludir-se a si próprio. Viver numa constante farsa stressa e irrita. E de tal forma este estilo de vida está interiorizado na nossa sociedade que a competitividade chegou até às crianças. Antes de tudo elas precisam de ser isso mesmo: crianças. Até porque o tempo passa demasiado rápido e ninguém volta atrás no tempo para viver o que não viveu. Mas os pais exigem que aprendam informática, inglês, espanhol, façam ballet, futebol, ténis, golfe, natação... Tudo isto para além de terem que dar conta das aulas! E o tempo para brincar, onde está? Andar de bicicleta, jogar ao pião, às escondidas... são actividades que estão fora de moda porque não há tempo para elas. São crianças forçadas a ser adultos em ponto pequeno.

Imagino que, na verdade, falte definir quem são realmente os vencedores na vida. Na minha modesta opinião são os que realizam os seus sonhos, os que são úteis e solidários, que praticam na sua existência a bondade e a humildade, que saibam pedir desculpas e admitir erros, enfim, vivam sem necessidade de impressionar os outros, mostrando e dizendo o que não é verdadeiro. E espero sinceramente fazer parte deste último grupo de pessoas!

 

 

 

publicado por daplanicie às 10:56

link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De estoriasdaminhaterra a 2 de Julho de 2007 às 14:02
No outro dia uma prima minha dizia-me sobre a filha de 6 anos " queria tanto que a mariana fosse responsavel, tivesse objectivos na vida, que se interessa-se pelo ballet..." a minha resposta foi simples " da idade dela interessavas-te? Eras responsavél? ou preferias antes brincar, rir, não ter responsabilidades?" a minha prima encolheu os ombros e manteve a sua " eu não tive as oportunidades que ela tem", contive-me e dei-lhe uma resposta simpática " deixa-a ser criança enquanto tem idade para isso ". Mas fiquei a pensar, cada vez mais os pais projectam nos filhos os seus sonhos as suas expectativas ( tantas vezes frustradas) esquecendo-se muitas vezes que cada pessoa é uma pessoa diferente com gostos e maneiras de estar na vida diferentes das nossas, há que as respeitar e dar tempo ao tempo. è também nestas alturas que dou graças por ter uns pais que me proporcionaram tudo e que escutaram que sabiam do que eu gostava me deram tempo a crescer e me deixaram ser o que queria ser, se assim não fosse provavelmente era alguma enfermeira mal humorada ...
De daplanicie a 3 de Julho de 2007 às 10:08
O mal é q os adultos olham com a sua perspectiva para as hipóteses de ocupação de tempos livres que agora existem e escolhem por eles como se reflectissem nos filhos aquilo que gostariam de fazer mas n podem. E depois dá nisso...miúdos obrigados a fazer o que os pais querem sem tempo pra brincar.
De guiga a 2 de Julho de 2007 às 15:36
Concordo contigo.
A sociedade hoje em dia tem objectivos de vida muito esquisitos.

Boa semana!*.*
De daplanicie a 3 de Julho de 2007 às 10:09
Na nossa sociedade ultimamente anda TUDO muito esquisito, não te parece?? Beijinho :-)
De SoniaGuerreiro a 2 de Julho de 2007 às 17:16
Concordo em pleno. Já nem as crianças sabem ser crianças!!!
De daplanicie a 3 de Julho de 2007 às 10:10
Elas coitadas sabiam ser crianças...se as deixassem. O pior é que os papás não deixam e querem fazer deles objecto de exibição desde que nascem.
De RCataluna a 4 de Julho de 2007 às 18:55
Excelente post!!
De daplanicie a 4 de Julho de 2007 às 19:06
Obrigada pela tua visita. Já por 2 vezes quis comentar posts teus e não consigo porque me pede o endereço e password de conta google mas eu não tenho. Sou eu que estou a fazer alguma coisa mal? É extremamente frustrante!!
De paisagemviva2 a 6 de Julho de 2007 às 14:27
Concordo e eu não diria melhor.
É um texto lindo e a realidade infelizmente é mesmo essa.
No entanto a esperança é a última a morrer!!!

Paisagemviva

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds