Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

Ah coisa linda!

A cada um o seu gosto e quem sou eu para estar a achincalhar alguém pelo que tem em casa mas...tenho que manifestar o meu sentimento de discórdia pelas pessoas que acham um belo elemento decorativo colocar junto à porta de casa, no "óleo" de entrada, um enorme cão de loiça, de dentuça arreganhada, que pode variar na raça mas em que o resultado final é sempre o mesmo: pura e simplesmente pavoroso.

Com tanta peça bonita de decoração que existe agora a bom preço nas lojas dos chineses ( e ao dizer isto acode-me logo à ideia um lindo quadro com luzes a piscar ou um belo jarrão com flores garridas de plástico), como é possível ainda haver pessoas que acham que a melhor forma de dar as boas vinda a quem chega é mesmo encarar de sopetão com um cão quase do nosso tamanho, com ar de poucos amigos?! Não consigo compreender.

E depois há uma coincidência espantosa que ainda nunca consegui explicar e que penso que deve ter até certos laivos de paranormal. É que essas pessoas têm também sempre, em lugar de destaque nas salas, um quadro de um menino com uma lagrimita a escorrer pela face, capaz de eternecer o mais empedernido dos mortais.

Tenho cá para mim que, quem compra o dito cão deve receber de oferta o quadrinho e seria até um pecado não aproveitar a oferta.

publicado por daplanicie às 12:21

link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De A VER NAVIOS a 10 de Setembro de 2007 às 13:48
Acho muito bem que esteja contra. Eu também sou contra.
Ainda se fosse uma águia do Benfica. Isso sim. O meu Benfica.
Bem... claro que estou a brincar. É efectivamente um comportamente saloio, que não se consegue alterar.
Talvez com o tempo
De daplanicie a 10 de Setembro de 2007 às 16:40
Aí peço muita desculpa mas não queria de maneira nenhuma passaritos em minha casa. A ter que exibir um belo exemplar de loiça seria um enorme e ferocíssimo leão! :-)
Obrigada pela visita e comentário
De FELINO a 10 de Setembro de 2007 às 14:33
Olá
Desculpa a invasão, mas já me vieram as lágrimas aos olhos de tanto rir.
BOA continua com essas criticas, gostei também as faço e não perdou-o.
beijinhos
De daplanicie a 10 de Setembro de 2007 às 16:41
Obrigada pela visita e pelo teu simpático comentário. Volta sempre.
De Teia a 10 de Setembro de 2007 às 15:51
Realmente, Tuga que se preza, deve ter no seu humilde lar, as pe;as que referiste, de rara beleza e altamente originais. A juntar a isso acrescentaria, por que n\ao, um quadrinho na parede daqueles de fundo azul com dizeres do tipo >Lar, Doce Lar... ***
De daplanicie a 10 de Setembro de 2007 às 16:46
E em muito boa hora mo sugeres! Ainda não me tinha lembrado disso e, apesar de já ter um a dizer "Cá em casa até o cão é do Sporting", ainda tenho muita parede disponível entre o psiché e a cristaleira.
Beijinhos para ti amiga
De Júlia a 10 de Setembro de 2007 às 17:14
Eu não um cão de loiça, mas dois furiosos canitos que ladram quando alguém bate à porta. Claro que aquilo é tudo fogo de vista porque não fazem mal a ninguém. Mas quem tem medo de cães fica intimidado.
Bjs
De daplanicie a 11 de Setembro de 2007 às 08:30
Mas esses não se enquadram na definição de "piroso até dizer chega". LOL
Beijinhos
De sAndRa a 10 de Setembro de 2007 às 17:33
Ena! Ja nao me lembrava desses caes, sei do que falas, acho os horrendos. Penso que ja estão em extinçao pelo menos ja ha muito que nao os vejo e espero nao os ver. O que tambem nao tolero é as jarras com flores artificiais sei que gostos sao gostos mas contuma entender... mas vale nao ter jarra nenhuma, detesto flores artificiais.
xau xau
De daplanicie a 11 de Setembro de 2007 às 08:32
É claro que eu estava a ironizar quando falei nos quadros de luzes a piscar e nos jarrões com flores de plástico porque também são adereços que existem em muito boa casa portuguesa e que acho horripilantes.
Obrigada pela visita e comentário. Volta sempre.
De estoriasdaminhaterra a 11 de Setembro de 2007 às 11:57
Eu já estou como diz o Rouxinol Faduncho ( também conhecido por marco horácio) São animais bestiais ( de besta portanto) que não sujam os quintais ( quem tem um cão de verdade sabe que é complicado ensinar o Bobi a não deixar marcas por tudo quanto é sitio) Cães de louça... lalalalal tenho uma estória triste com um cão de louça. Quando era miuda queria muito ter um cãozinho, então no natal a minha avó, muito enternecida disse que me ia dar um cãozinho. Fiquei eufórica. Até que no dia de Natal quando abri o presente da minha avó me saiu um ranhoso caozinho de louça ( dou graças por ser caozinho e só ter 5 cm). Chorei baba e ranho. Nunca mais pude ver cães de louça sem me lembrar do meu caozinho. ah e claro o caozinho de louça teve um fim trágico porque " acidentalmente" partiu-se... eheheheh

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds