Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Anorexia

Ontem assisti a uma reportagem que me deixou completamente horrorizada! Referia-se a uma campanha de um fotógrafo italiano que estampou, em outdoors  enormes, por toda a Itália as fotografias absolutamente chocantes de uma modelo anoréxica, uma francesa que sofre desta terrível doença há mais de 15 anos. Neste momento ela pesa apenas 31 kg e, depois de ser uma das estrelas em ascensão que desfilava grandes marcas italianas, viu-se afastada da profissão precisamente devido ao seu problema.

Apesar de conhecer de perto a doença, pois assisti ao evoluir do problema numa das grandes amigas da adolescência da minha filha estas fotografias deixaram-me em choque porque se trata, literalmente, de um esqueleto coberto de pele e é verdadeiramente impressionante assistir à destruição de uma vida apenas porque se almeja ser modelo e essa profissão exige pessoas esqueléticas (como se as pessoas que vestem as roupas que eles criam sejam assim...).

Felizmente, essa amiga da minha filha conseguiu superar o problema, acompanhada nas consultas de distúrbios alimentares num hospital de Lisboa, mas é muito triste ver jovens que poderiam ter a vida toda pela frente e resolvem prescindir de tudo apenas para imitarem as modelos famosas.

Esta doença afecta cada vez mais jovens, principalmente do sexo feminino e caracteriza-se por uma rejeição quase absoluta de alimentos, o que conduz a doenças graves e, muitas vezes à morte.

Cabe-nos a nós, mães, estar sempre alerta para este tipo de atitudes por parte dos nossos filhos já que estas situações não acontecem apenas aos outros. 

A anorexia é provocada por um desejo contínuo de obter uma silhueta "perfeita" numa tentativa de obter um "corpo de sonho". Para tal fazem regimes de emagrecimento por vezes desconhecendo as possíveis consequências.

 Em alguns casos, o problema é tão grave que a adolescente deixa de ter a percepção da sua própria silhueta. É uma tortura, porque extremamente magras, continuam a ver-se gordas.

Em muitos casos acabam por perder a identidade. Há uma tendência para o suicídio, uma verdadeira desmotivação de vida. São levadas a uma desnutrição grave, a uma paragem cardíaca, devido a uma baixa de potássio no sangue.

A adolescente anoréxica envelhece prematuramente , os cabelos caem, a pele seca enruga-se, as unhas ficam quebradiças, o pulso é mais lento (por vezes menos de 60 pulsações), as extremidades estão geralmente frias, a tensão arterial baixa, os períodos menstruais tornam-se extremamente irregulares; nos rapazes anoréxicos (eles também rejeitam a vida) uma das características mais frequentes é a perda de capacidade de erecção; tanto nuns como nos outros, perda gradual do desejo sexual; ingestão quase exclusiva de frutas e saladas; consumo excessivo de laxantes e diuréticos que os conduzem ao mórbido emagrecimento desejado; tendência para maior agressividade e isolamento social; hiperactividade física; perturbações do sono que podem tomar proporções graves como insónias, e quando dormem é com dificuldade que se abandonam ao sono.

tags:
publicado por daplanicie às 12:21

link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De guiga a 1 de Outubro de 2007 às 14:55
Não vi a reportagem, mas li n´O Público. É realmente assustador ver até que ponto pode ir um ser humano, apenas porque almeja ser um ser perfeito. Ser perfeito apenas aos olhos dele que se vê feio, imperfeito, horrível.
MAs, a culpa é da indústria de moda que apresenta mulheres magras, autênticos cabides, completamente maquilhadas, tratadas como bonecas e depois dispensadas como as mesmas.
Ainda hoje, à hora do almoço, fui com as minhas colegas de trabalho à Z. e uma delas andava desgostosa porque não encontrava roupa que lhe servisse. Ela ficou mais forte por causa da gravidez e mesmo o L não lhe fica muito bem pois tem os peitos enormes. Porém, cada vez mais reparo que, em certas marcas, em certas peças de roupa, os números são muito pequenos, mesmo sendo um S, um M, ou mesmo um L.
Temos de repensar a sociedade, se realmente é nossa vontade resolver estes problemas que podem afectar qualquer um de espírito menos forte!
*.*
De daplanicie a 2 de Outubro de 2007 às 18:45
Pois e eu sou uma das que na Z não consegue encontrar nada que sirva. Que mania das magrezas!!!
De sAndRa a 1 de Outubro de 2007 às 18:13
exelente post.
A anorexia tambem me sensibiliza bastante, tenho muita pena dessas raparigas e rapazes devem sofrer imenso. E parabens esta muito bom mesmo o post.
beiju
De daplanicie a 2 de Outubro de 2007 às 18:44
Muito obrigada pelas palavras que me deiou. Beijinho
De RCataluna a 2 de Outubro de 2007 às 18:24
Excelente post! Também tive a oportunidade de ver de perto o que essa doença causa...
De daplanicie a 2 de Outubro de 2007 às 18:43
Não sei o que se passa com o teu blog que cada vez que tento entrar vou parar a um site inglês que fala de religião. É do meu pc ou algo se passa de estranho??!!
De daniii a 28 de Outubro de 2007 às 19:48
E' horrivel, tens razao!
De Anónimo a 19 de Janeiro de 2008 às 07:39
Excelente post, gostei imenso de ler...
Sou um rapaz de 19 anos com 1,92 que passou assim por alto pela doença porque fui a tempo ao médico... Deixo aqui o meu testemunho para quem nunca passou por isto nos possa entender e perceber como a doença é...
Durante a minha infancia e adolescencia fui obeso cheguei a pesar 120 kgs era horrivel quando queria comprar roupa entrava numa loja até tinha vergonha de dizer que usava o 50 ou 52 de calças... Então quando tinha 17 anos comecei a emagrecer porque tava com uma gripe muito forte comecei a fazer dieta não via resultados comecei a deixar de comer e a induzir o vómito do pouco que comia. Cheguei a um ponto que comia uma maça ao almoço e ao jantar salada e carne e peixe porque como quase sempre jantava em família e na maior parte das vezes induzia o vómito depois de jantar só me comecei a assustar quando em vez de comida por vezes saia-me imenso sangue. Cheguei a um ponto que já nem a maça comia ao almoço e por vezes nem jantava tava dias sem comer, cheguei a estar 3 dias sem comer nada até que cheguei a uma altura que desmaiei e levaram-me para o hospital pesava 80 kgs em vez de usar 52 passei a usar 42 mas sofri muito com a doença foi dias e dias sem dormir, automutilações e ainda hoje não me vejo ao espelho como realmente sou. E continuo a ter dificuldades em alimentar-me pois o meu estomago de estar tão habituado a deitar a comida fora acontece muitas vezes comer e em seguida vomitar sem fazer nada.
Mas infelizmente a nossa sociedade faz-nos ser assim é rara a loja que tem uma coisa bonita e moderna para uma pessoa obesa como eu era. Era horrivel eu ter que usar calças clássicas e polos que nem swetts me serviam ou então faziam-me ainda mais gordo.
Mais uma vez Parabéns pelo post...
Tudo de bom para você

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds