Sábado, 6 de Outubro de 2007

Beleza

Há certas coisas que se eu não ouvisse com os meus ouvidos, se me fossem contadas por outras pessoas, eu diria que eram mentira. Vi recentemente um programa em que um psicólogo se propunha confirmar a sua teoria de que a importância das pessoas se media pelo seu aspecto exterior, por mais que todos rejeitassem essa ideia.

No decorrer da pesquisa encontrou uma mãe que tinha duas filhas, uma delas linda e, segundo a mãe, uma verdadeira princesa. a outra era uma criança obesa e com problemas de descoloração da pele e a mãe recusava-se a sair com ela, que inclusive dormia num colchão no chão do quarto da irmã, cuja cama de dossel fazia lembrar a de uma verdadeira princesa. Dizia essa belíssima mãe também que a filha sabe muito bem que não pode comer para não engordar (a criança tem sete anos!) e descrevia-a como uma "desmazelada" que não se preocupava com a aparência. Comprava roupa para uma em lojas de marca e para a outra nos supermercados porque, segundo palavras dela, a roupa boa era um desperdício nela...e como isto muito mais. Deu-me uma revolta enorme ouvir uma mãe falar assim da própria filha e acho extraordinário que as pessoas continuem a julgar os outros pela aparência exterior.

A beleza de uma pessoa não está nas roupas que ela usa, na imagem que ela transmite ou na maneira que ela penteia os cabelos.
A beleza de uma pessoa tem que ser vista a partir dos seus olhos, porque essa é a porta para o seu coração, o lugar onde o amor reside.
A beleza de uma pessoa não está nas marcas do seu rosto pois a verdadeira beleza de uma pessoa está reflectida na sua alma.
A beleza de uma pessoa está no cuidado que ela amorosamente tem pelos outros, na paixão e carinho que ela demonstra em tudo aquilo que faz.
E a beleza de uma pessoa, com o passar dos anos, brilha cada vez mais!

publicado por daplanicie às 11:54

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Nettwerk van Helsing a 6 de Outubro de 2007 às 13:04
Não me recordo onde vi, se foi numa série, num filme, num livro, não faço ideia (e portanto, se era de comédia ou não), mas lembro-me de ter visto algo do género dos pais terem de fazer um teste para se qualificarem como pais... e eu acho que essa senhora reprovaria inapelavelmente.

Cumprimentos.
De Estupefacta a 6 de Outubro de 2007 às 13:54
Eu não sou psicóloga, mas ou mãe. Essa pessoa não é mãe de certeza, pelo menos na verdadeira acepção da palavra.
Tenho mais 4 irmãos e sei que a minha mãe nos vês «lindos» a todos, embora sejamos muito diferentes. Há para todos os gostos: loiros, morenos, com olhos azuis, verdes, castanhos.... Todos diferentes, mas todos iguais perante o amor da minha mãe.
Um grande beijinho
De sAndRa a 6 de Outubro de 2007 às 15:59
tambem me resolta imenso essas situaçoes. So que o nosso mundo cada vez esta mais hipocrito e a belaza exterior é a que mais conta. Lamento mesmo muito. A vida é dura cruel e injusta , a sociedade vive de aparencias. Cabe a cada um de nos tentar nao ficarmos iguais a esta sociedade ridicula.
um beijus
De A VER NAVIOS a 7 de Outubro de 2007 às 14:20
Estou de boca aberto com essa (permita-me) espécie de mãe.
Mas infelizmente, começo a pensar que comportamentos bizarros, cada vez são mais usuais.
Tristeza franciscana.
Bom domingo,

J. Lopes
De Migas a 9 de Outubro de 2007 às 11:40
Olá!
Tenho andado um bocado ao largo, mas hoje voltei aqui.
Tens a certeza que a tal Sra. é mesmo mãe?
Duvido muito. Eu aposto que ela nunca desejou a 2ª filha e está a despejar a amargura toda em cima da criança. Eu tenho 2 filhos. Não consigo dizer qual deles é mais bonito. São diferentes entre eles, mas são únicos e muito especiais. E se tivesse 15 aposto que dizia o mesmo...
É verdade que o aspecto conta. À primeira vista, numa primeira impressão. Mas depois fica o que uma pessoa realmente é. "O essencial é invisivel aos olhos", certo?
Beijos
Fica bem

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds