Sábado, 20 de Outubro de 2007

Ele há coisas...

Todos temos conhecimento de que as leis do divórcio cada vez estão mais simplificadas para pouparem os casais a um arrastamento dos processos que apenas servia para encher os bolsos aos advogados. Os motivos que levam as pessoas a dar esse passo que, acredito, nunca será fácil podem ser as mais variadas, umas mais graves, outras mais simples. Apesar de tudo isto fui apanhada de surpresa pela seguinte notícia:

Na Arábia Saudita, uma mulher que assiste a um programa de televisão apresentado por um homem não é digna de manter o casamento. Foi o que aconteceu na passada semana, segundo relata o jornal «Al-Shams».

O homem ficou revoltado ao saber que a esposa tinha assistido a um programa de televisão que era apresentado por um actor masculino.

O casamento acabou nesse momento: as rigorosas leis islâmicas dizem que é estritamente proibido que uma mulher casada fique sozinha com outro homem. Mesmo que esse homem esteja na televisão, e a vários quilómetros de distância, e mesmo que o programa seja sobre culinária... Isto porque na Arábia Saudita os homens podem divorciar-se sumariamente, sem levar o caso a tribunal.

Simplesmente extraordinário que numa era tecnológica como esta, em que a evolução é galopante, ainda persistam costumes retrógados como este!

publicado por daplanicie às 09:55

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De CARPE DIEM a 20 de Outubro de 2007 às 19:56
Acontece que a Islamização é um fenómeno relativamente novo no contexto evolutivo das sociedades e este fanatismo religioso islâmico jhiad ) que hoje retira os direitos fundamentais das pessoas principalmente mulheres fui um retrocesso numa das civilizações mais evoluídas na historia da humanidade, mas isto vai passar um dia esta onda fundamentalista religiosa há-de ruir como ruiu a guerra santa crista o nazismo de Hitler ou o totalitarismo soviético , por muito que custe acreditar nisto, o lado bom no humano, tem vencido sempre!
abraço
De daplanicie a 22 de Outubro de 2007 às 12:21
Gostava de conseguir ser tão optimista em relação a este assunto como o que aqui demonstra mas infelizmente parece-me que há ainda um longo caminho a percorrer e que uma evolução positiva ainda não se avista. Espero que tenha razão!!
Cumprimentos

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds