Sexta-feira, 9 de Novembro de 2007

Carta aberta

"Olá, sou o Manel , tenho seis anos e ando no 1º ano numa escola nova. Não sei ainda escrever muito bem e pedi ajuda para escrever isto. Quando andava no Jardim de Infância que se chamava Paraíso da Criança, a educadora Fifi e a outra...ai, a Becas diziam que esta escola ia ser boa e ia aprender muita coisa, até a ler e a fazer contas e problemas. Também disseram que eu podia brincar à mesma mas eu não acreditei porque o meu pai disse que umas pessoas que escrevem no jornal disseram que não se pode brincar na escola.

Tem que se trabalhar a sério e se calhar ainda mais que os grandes porque os jornais também dizem que eles, os grandes, não têm...ai, produtividade.

Mas vim para a escola e até estava animado. Havia uns meninos e uma menina que eu já conhecia. Outros não mas são fixes. A professora Maria também é fixe. Às vezes zanga-se e grita. É melhor porque a gente assim ouve-a.

Umas vezes fala com as outras professoras e ficam zangadas com uma senhora que se chama Ministra. Dizem que essa senhora é que devia vir ensinar a gente. Não sei bem porquê mas eu não quero outra professora. Gosto da minha. Ela também gosta de mim. Ela disse-me e eu acredito.

O que eu não gosto na escola é ela ser tão comprida. Muito comprida. Só para saberem, vou dizer como é a segunda-feira.

Levanto-me às sete e meia e a minha mãe primeiro larga o meu irmão no Jardim de Infância e depois deixa-me na escola quase às nove e é assim:

Das 9 às 9 e 45 temos Matemática. Fazemos umas fichas do livro e a professora explica coisas. às vezes não percebo e ela diz que já vem mas os outros também não percebem e temos que esperar. Não se pode falar mas a gente fala e é quando a professora grita.

Das 9 e 45 às 10 e 30 é a mesma coisa mas com mais barulho.

Das 10 e 30 às 11 temos um intervalo para brincarmos à bola e ao wrestling .

Das 11 às 12 temos Língua Portuguesa. É o que eu gosto mais e já quase sei ler mas também temos barulho. Eu não me importo com isso porque quero aprender e escrever histórias e ler livros. O meu avô não sabe ler e fica triste quando diz que não sabe. E fica contente quando leio coisas que já sei. Eu também fico.

Depois de almoçar no refeitório da escola com os outros alunos todos e com mais barulho ainda, vamos ter Estudo do Meio das 13 e 15 às 14. A professora disse que a gente ia estudar o que estava à nossa volta mas ainda não saímos da escola. Se calhar temos que estudar primeiro para depois ir ao Meio.

Das 14 às 15 e 15 temos Expressões. Também é giro. O que eu gosto mais é de pintar mas a professora diz que eu nunca escolho bem as cores e os desenhos ficam feios. Mas eu gosto deles e a Rita, que é minha amiga, também.

às 15 e 30 e até às 16 e 15 temos Educação Física. Também gosto mas fico muito cansado de correr e jogar e fico transpirado.

Às 16 e 30 vamos para o Inglês. A professora está sempre aborrecida e diz que não percebe miúdos pequenos. Diz que não estamos calados e quietos a fazer as fichas como uns alunos que ela tem na outra escola e que já andam no 12º ano. O Inglês é giro mas só aprendi os números e as cores. Não sei falar Inglês e ainda fico mais cansado.

Das 17 e 15 às 18 temos Música. O professor é engraçado, tem piercings e o cabelo atado. Toca num violino e anda numa escola chamada Conservatório e só estuda música. Ele gosta. Mas acho que não gosta muito de estar com a gente. Diz que precisa de ganhar dinheiro e que lhe pagam pouco e que a gente não tem jeito para a música. Eu gostava de experimentar o violino mas a gente só tem pífaros.

O meu pai vem buscar-me às 18 e 30 e vou para casa e aproveito para brincar um bocadinho com o meu irmão. Às vezes digo que estou cansado mas a minha mãe diz que é para eu aprender como é a vida dos grandes. Eu acho que eles têm uma vida grande porque são grandes e eu...EU SOU PEQUENO. AINDA NÃO PERCEBERAM??"

Texto de José Morgado, Psicólogo

publicado por daplanicie às 16:43

link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Lua de Sol a 9 de Novembro de 2007 às 19:29
Bem, esta carta está espectacular! O Manel é, certamente, um menino muito inteligente e sensível. Quem me dera que houvessem mais Manéis na escola da primogénita!
E concordo. As criancinhas de hoje têm uma escola demasiado "comprida", cansam-se e stressam-se logo com tenra idade. E, também há professores que não gostam de sê-lo e que leccionam apenas pelo dinheiro. E também há uma ministra chata! E também há pais muito cansados e saturados... Difícil construir uma família equilibrada nos tempos que correm, não?!
É pena que as crianças já quase não possam ser crianças...
Muito tocante.

Beijoca e bom fim de semana
De daplanicie a 10 de Novembro de 2007 às 15:36
E eu que o diga que trabalho diariamente com crianças que nem sequer têm tempo para gastar energias numa boa brincadeira. Depois, como a têm em excesso, querem gastá-la na sala de aula...
Beijinhos e bom fim de semana
De Pedro de Sousa a 9 de Novembro de 2007 às 20:40
Ola

Confesso que não entendo esta desespero para por os miudos a trabalhar... e ainda a trazer muitas vezes trabalhos para casa...

Lembro-me que eu fui um miudo que so tinha aulas de manha ou de tarde, e não foi por isso que não tirei um curso superior...

Será que queremos miudos mais inteligentes, ou queremos ver-nos livres deles?

Beijinhos
De daplanicie a 10 de Novembro de 2007 às 15:38
Tocou no cerne da questão. Os meus alunos estão diariamente na escola das 9 da manhã às 6 da tarde e mesmo os que têm os pais em casa vão almoçar à cantina porque lhes dá menos trabalho. É uma tristeza mas é a realidade actual.
Cumprimentos
De Migas a 9 de Novembro de 2007 às 23:10
"Tadinho" do Manel!!!
Mas também acho que para 1º ano é um exagero. Provavelmente aqueles extras todos não seriam todos no mesmo dia, pois não Manel?
A escola até acaba mais cedo... às 16.30... pelo menos a dos meus filhos.
Hoje andar na escola é mais complicado? Se calhar é. Mas daqui a uns anitos, talvez ache que os meus filhos tiveram uma vida muito mais fácil que a dos meus netos.
O tempo lima as arestas e deixa a parte rosa e doce das memórias vir ao de cima.
Mas não era mais fácil, nem mais simples... era diferente.
Beijos
De daplanicie a 10 de Novembro de 2007 às 15:41
São no mesmo dia, sim. Os meus alunos entram na escola às 9, almoçam na cantina, têm aulas até às 16 e actividades extra-curriculares até às 18h. Resumindo...só estão em casa para jantar e ir pra cama. É uma violência para as crianças!!
Beijinhos e bom fim de semana
De Mamã Gansa a 10 de Novembro de 2007 às 01:06
Pois.Só agora é que os senhores psicólogos começaram a perceber essa realidade?! Infelizmente desde que dou aulas, muita coisa que está e continua mal podemos agradecer aos senhores psicólogos.Agora iluminaram-se e descobriram aquilo que eu já há muito tempo descobri.As crianças de hoje não têm tempo de brincar.A maior parte dos pais esquece-se que se grande parte da aprendizagem no infantários é feita com brincadeira ( embora também tenham actividades) a partir daí é diferente. é cansativo, é violento e as crianças desaprenderam a brincar. Os pais esquecem-se que as escolas não são infantários nem depósitos de crianças. Haja luz , para que alguns psicólogos se iluminem e encaminhem esta geração para um a geração mais saudável.
De daplanicie a 10 de Novembro de 2007 às 15:43
Infelizmente, colega, digo-lhe que não avisto luz no fundo do túnel. Os pais cada vez se demitem mais do seu papel e nós cada vez mais somos sobrecarregados com funções que não são as nossas. Não sei onde isto vai parar mas posso dizer que não vou aguentar até aos 65. Isso é certo!!
De dolce_vita a 10 de Novembro de 2007 às 16:41
Colega
o "Manel" alerta para a violência a que estamos a sujeitar todos os maneis.A senhora a que o "manel" se refere mas não quer como professora é a mesma que entende que os meninos deste país,são mercadoria a meter em armazém.
Depois ainda se queixam,de indisciplina...
Vai valendo aos maneis deste país,professores que não partilham das ideias da tal senhora.
um abraço
De Estupefacta a 11 de Novembro de 2007 às 22:28
Ao ler a carta do Manel , lembrei-me de uma reportagem que vi há já bastante tempo num dos canais portugueses: os nossos filhos, os Maneis e as Marias são pequenos operários, com um carga horária que têm de carregar desde bem cedo. Graças a Deus que a minha Maria nunca o foi: sempre tive o cuidado de a colocar numa escola perto de casa (para não apanhar as filas intermináveis e ter de se levantar de madrugada), tem a sorte de ter um horário de manhã. Só 2 dias por semana é que tem à tarde, depois sai sempre as 13h30. Continua a ter tempo para brincar, para ler e para descansar. Embora considere que os professores da sua escola exagerem nos TPCs . A miúda teve um nota má a Matemática e o TPC foi fazer a cópia da correcção 4 vezes. Não percebi a estratégia, mas sei que nada acrescentou ao seu conhecimento, enfim...
Um grande beijinho

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds