Quinta-feira, 15 de Novembro de 2007

Acaso...ou talvez não

Sou supersticiosa, confesso. Não do tipo de pessoa que tem medo de gatos pretos ou fica apavorada quando se aproxima uma sexta-feira 13, mas de coisas que me acontecem e que eu interpreto como sinais. Penso para mim que são mensagens que me são enviadas por um qualquer motivo e assim mesmo as interpreto. E acredito piamente nisto que estou a dizer!

Como exemplo disto refiro duas coisas que me aconteceram. Uma, logo no início deste blog e a outra, ontem.

A primeira refere-se a um conto que já tinha escrito há algum tempo e que resolvi publicar aqui. Era um conto um pouco extenso e que me demorou algum tempo a passar uma vez que à medida que o fazia, ia ajustando algumas ideias e modificando certas palavras. Quando terminei de o passar, carreguei no "publicar" e o dito conto desapareceu, como que por milagre. Apareceu uma mensagem a dizer que não era possível apresentar a página e ao tentar retroceder, o que me tinha custado tanto tempo a escrever tinha-se pura e simplesmente esfumado. Saí, voltei a entrar, na esperança de que tivesse sido guardada uma cópia de segurança e...nada. Interpretei isto como sendo um sinal de que aquele conto não era para ser mostrado, era só para mim e mais ninguém e assim fiz. Nunca mais pensei sequer em colocá-lo aqui.

Contei o sucedido à minha filha, que de vez em quando me pergunta quando o escrevo novamente, mas a verdade é que não penso fazê-lo.

E a outra coisa aconteceu ontem mesmo. Fiquei muito aborrecida com a atitude de um colega que não achei correcta e resolvi escrever um post onde reflectia sobre as pessoas que querem dar-se bem com toda a gente mesmo que para isso tenham que maquinar por trás daqueles a quem chamam amigos. Nele mostrava a frustração que este tipo de pessoas me provoca e dizia algumas coisas que não eram nada agradáveis, fruto do "calor do momento". Acabei, reli, cliquei para publicar e aparece a mensagem de que fora publicado com sucesso.

Fiquei a matutar no assunto e algum tempo depois resolvi ir ler novamente o que tinha escrito e, para meu espanto, o texto tinha desaparecido. Estou...estupefacta com o acontecido mas crente de que é um sinal para que tente controlar mais as minhas emoções antes de agir precipitadamente.

Superstição? Ou é isso ou algo muito parecido!!

publicado por daplanicie às 10:49

link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De nofimdoarcoiris a 15 de Novembro de 2007 às 14:16
"Não acredito em bruxas mas lá as há há!" Quando acontecem coisas estranhas lembro-me sempre deste dito. Há coisas dificeis de explicar mas acredito que essa explicação exista. Só que às vezes ficamos surpreendidos e pensamos que significa algo.
Beijitos
De estoriasdaminhaterra a 15 de Novembro de 2007 às 15:27
Eu também tenho dias que sou supersticiosa, lá de vez em quando. O que lhe aconteceu com o conto também já me aconteceu ( eu interpretei como azelhice minha e acho que no meu caso é mesmo isso). Quanto ao texto desaparecido, li-o hoje de manhã, e segundo verifiquei continua na minha página de perfil , o estranho é que realmente não aparece aqui. Na minha página está com uma cor diferente e não consigo aceder à hiperligação. a meu ver podem ser duas coisas, ou um problema com a publicação ou a sua página do blogue está em actualização. Publique novamente o post, estava muito bem. Abraço, Fábia
De A VER NAVIOS a 15 de Novembro de 2007 às 15:35
Não discuto convicções. Muito menos superstições.
Mas por tão pouco, será caso para tanto?
Creio que não.
Afinal, em meu entender, o mal está nas intenções e não nos actos em si mesmos.
Havia intenção maldosa? De maneira nenhuma.
Pense bem. Ponha um ponto final e mude de linha.

Cumprimentos,
J. Lopes
De guiga a 15 de Novembro de 2007 às 15:39
Quando me acontece esse tipo de coisas, também fico de pé atrás. Porém, a teimosia às vezes é tanta que tento até conseguir. As consequências, pois, se forem más, aguento-as. lool

Beijos *.*
De sAndRa a 15 de Novembro de 2007 às 18:48
Esta vida da nos sinais que ao interpreta los podem ajudar. Para mim a dificuldade esta em saber quais os sinais dados por ela. !!!!!!!!
De flor_incognita a 15 de Novembro de 2007 às 19:39
Olá,tenho um presentinho lá no meu blog,passe por lá!
Beijo
De Júlia a 15 de Novembro de 2007 às 22:00
Amiga,
O problema, acho eu, é que o Sapo anda completamente desnorteado. O meu e-mail deixou de funcionar: não recebem nem posso mandar mensagens.
Portanto, não há nada de bruxaria no que te aconteceu.
Volta a escrever o conto, mas desta vez no Word, colando-o depois no blogue. Fiquei cheia de curiosidade para o ler.
Beijinho
De Nettwerk van Helsing a 15 de Novembro de 2007 às 23:51
Hmm , se fossemos por aí, também havia muita coisa que eu escrevo que estaria destinada a não ser lida por mais ninguém; por isso é que, hoje em dia, primeiro escrevo tudo no Notepad (ou Bloco de Notas, para quem tem o Windows em português) e só depois o passo p'ró web-log... que já percebi que isto é um bocadinho pouco fiável.

Cumprimentos.
De Luís a 16 de Novembro de 2007 às 19:01
O que está feito, está feito! O que está dito, está dito. Apenas o arrependimento nos faz acreditar na superstição. Não te arrependas!
De Mamã Gansa a 17 de Novembro de 2007 às 01:51
também acredito muito nesse tipo de sinais. Uma ocasião eu estava muito nervosa e tinha que sair com a minha filha, peguei nell , sentei-a na cadeira do carro e fui para o para o volante, quando tentei ligar o carro,não arranca, nada. Desisti, achei que iria no dia seguinte. Fomos para a casa e adormecemos as duas. quando o meu marido chegou contei-lhe , entrou no carro e o carro ligou normalmente. à noite na televisão passava anotícia de uma cidente no local para onde supostamente eu teria ido se o acrro tivesse trabalhado e o trãnsito ainad estva cortado.Eu acredito nesses sinais, ah se acredito....

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds