Domingo, 25 de Novembro de 2007

Esmeralda

Embora a notícia já tenha sido divulgada há uns dias não posso deixar de manifestar a minha incredulidade e desacordo quanto à decisão tomada de que a menina seja entregue ao pai biológico.

Será que o tribunal que decidiu teve em conta o depoimento dado pela mãe da criança de que ao dar a notícia da gravidez ao pai este lhe respondeu que não queria saber de nada e que ela tratasse do assunto como quisesse?!

Será que é o mais conveniente para a menina ser entregue a uma pessoa que mal conhece depois de 5 anos a viver com o casal a quem a mãe a entregou por não poder ( ou não querer) tratar dela?!

Será que quem decidiu pensou sequer por um momento nos reais interesses daquela criança?!

Desde quando fazer um filho é sinónimo de ser pai?! Porque não são ouvidos e seguidos os conselhos de diversos pedopsiquiatras que são unânimes em afirmar que esta é a pior coisa que podem fazer à menina?! Não consigo evitar a revolta que sinto quando acontecem histórias como esta!

Senhores juízes, que maravilhosa prenda de Natal resolveram oferecer à Esmeralda! É de pessoas com um coração cheio de amor pelo próximo!!

publicado por daplanicie às 11:46

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Estupefacta a 25 de Novembro de 2007 às 13:47
Pois é, amiga, os tribunais pouco defendem os interesses dos menores e, afinal de contas, é deles que se trata. Mais injustiça, entre muitas. Depois as consequências são remediadas, bem o jeito de Portugal. A verdade é que por norma os interesses dos menores não são defendidos, até na questão da pensão de alimentos. Existem provas que o ou a progenitor (a) está a trabalhar, que aufere rendimentos consideráveis, mas como não os declara (e é só ganhar) não se prova nada. Os tribunais nem sequer se dão ao trabalho de fazer qualquer tipo de investigação e, tantas vezes, bastava um simples telefonema para confirmar alguns dados. É a justiça (ou não) que temos.

Um grande beijinho e bom fim de semana
De Lua de Sol a 25 de Novembro de 2007 às 14:36
Pois é, concordo. Subscrevo 100%!
A justiça é outra utopia... Dizem que o interesse primeiro é defender a criança e os seus direitos mas depois tomam uma decisão que só apoia o pai biológico, que em questão de valores morais até deixa muito a desejar!
Vi o programa do Prós e Contras que foi dedicado a este caso e um juiz afirmou que se os técnicos que trabalham com a Esmeralda chegarem à conclusão que não é bom para a criança ir viver com o pai que o tribunal voltará atrás. Não me parece... Focaram-se muito no pretexto de que a criança quando for maior pode sentir um trauma muito grande por não ter ido viver com o verdadeiro pai que até tudo fez para a reaver... E o trauma que sentirá por abandonar os pais que sempre conheceu e que tanto amor lhe deram?! Não será maior?! Até porque a esta altura do campeonato ela já vai percebendo que é filha do coração de uns e biológica de outros... e está muito agarrada aos pais que com amor a acolheram, a uma família que me parece bem mais equilibrada e melhor estruturada...
Afinal, as leis que protegem as crianças não querem saber o que elas pensam, o que elas escolhem, o que elas têm a dizer...

Beijinhos
De A VER NAVIOS a 25 de Novembro de 2007 às 15:19
Minha amiga. Aqui está uma coisa em que tenho muitas duvidas. Mas tenho mesmo.
Estou de acordo consigo que a criança deve ser defendida e que é muito importante em todo o processo.
Más é preciso julgar. è preciso fazer cumprir a lei.
Será assim tão clara a forma como o senhor sargento da GNR, pai afectivo da criança, a acolheu?
Enquanto autoridade, não deveria conhecer a lei e só aceitar a criança, cumpridas totalmente as regras em vigor?
Enquanto autoridade, não deveria ter sido o primeiro a respeitar as decisões dos tribunais, em vez de ter feito desaparecer a sua esposa e a criança?
Repito que tenho muitas dúvidas. Umas vezes sinto a razão, outras sinto o coração.
Que sem decida o melhor para a criança, mas não vamos aceitar a questão como havendo só maus de um lado e só bons do utro.
Relativamente à falta de sensibilidade dos nossos tribunais, estamos de acordo.
Bom domingo.
De R. Costa a 25 de Novembro de 2007 às 15:24
Pois é. É assim. Estavam à espera de outra coisa?
Afinal, só os ingénuos podem pensar que do tribunal saem decisões correctas. Os exemplos são às carradas! Querem um? Vejam as indemnizações que as entidades patronais devem pagar aos seus empregados quando há litígios. Começa por ter de haver um acordo, o que já é uma injestiça! Depois do acordo feito se o trabalhador receber 40 % do devido já é uma sorte... Portanto, é uma injustiça em cima de outra. E sabem o porquê disto? É para os juízes não se incomodarem com processos e não perderem tempo, para evitarem o trabalho. Prejudicam-se uns em benefício dos outros. Mas o pior é que os prejudicados são sempre os mesmos: os mais fracos!
Portanto, esta decisão é o que é. baseada na Lei e o juiz dorme descansado.
Agora, uma coisa que não tem nada a ver... Lembram-se da Fátima Felgueiras? E da sua fuga? Em face a estas coisas, penso que um culpado pode tentar fugir para não ser preso... Mas um inocente tem 100 vezes mais razões para fugir, porque se não o fizer acaba numa prisão sem ter culpa de nada, enquanto quem tem culpa se passeia...
Para finalizar - porque isto já vai longo e apetecia-me dizer muito MAIS -, como é que se pode ter Justiça num local onde a prática corrente é cometer injustiças e tomar as decisões mais incorrectas?!

Cumprimentos, R. Costa

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds