Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

E 'tá tudo dito...

0000gehw

publicado por daplanicie às 15:54

link do post | comentar | favorito
|
23 comentários:
De A VER NAVIOS a 27 de Novembro de 2007 às 16:35
Gaita, que esta até a mim me fez doer.
Estou há já alguns anos fora destas questões, agora só as voltarei a viver com os netos.
Poré, esta reposta é algo que eu não estava à espera.
Tenho que concordar que assim não é fácil a vida dos professores que estão de alma e coração na sua profissão.
Cumprimentos,
J. Lopes
De daplanicie a 27 de Novembro de 2007 às 17:29
Pode crer que não é fácil MESMO! Sem apoio dos pais como poderemos construir algo bom?!
Cumprimentos
De A VER NAVIOS a 27 de Novembro de 2007 às 17:41
Ao contrário do que diz o ditado, eu sou dos que acreditam que um alho pode estragar uma alhada.
Por isso mesmo, espero que casos como o que apresentou sejam residuais. Caso contrário, é mesmo muito mau.
Cumprimentos,
J. Lopes
De feira de castro a 27 de Novembro de 2007 às 17:09
Eu diria mesmo: está tudo dito.
De daplanicie a 27 de Novembro de 2007 às 17:28
É o que temos mas espero que mudemos e bem depressa...
Cumprimentos
De estoriasdaminhaterra a 27 de Novembro de 2007 às 17:24
Eu nem sei se chore se ria... Mas é melhor rir que chorar, talvez a estratégia da professora tenha de passar por mandar trabalhos de casa para o E.E. da criança também. Ve-se claramente que também não fez os trabalhos de casa, e mais do que três vezes... "Chegão a casa e depois pegão todos juntos uns com os outros nos livros para estudar"...
De daplanicie a 27 de Novembro de 2007 às 17:27
LOL eu taméim acho qe cim!!!
Beijinhos
De Caty a 27 de Novembro de 2007 às 18:04
Estou sem palavras amiga....
Eu se chega-se a casa na altura da escola com um recado desses na caderneta bem que podia fugir!!! :P
Beijinhos...
De daplanicie a 28 de Novembro de 2007 às 20:40
LOL Ah sim. Eu nem sequer me queixava de nada à minha mãe porque já sabia que era dose dupla de ralhete...na escola e em casa (se bem que eu era uma sonsinha que raramente levei reprimendas)
Beijinhos
De sAndRa a 27 de Novembro de 2007 às 18:30
oh
diz por favor que nao é veridico!!!
nao quero acreditar nesta realidade
por favor oh diz!!!!


que coisa
beijus
De daplanicie a 28 de Novembro de 2007 às 20:42
Quem me dera poder dizer isso...mas estaria a mentir e isso é muito feio! :-)
Isto é apenas uma pequena amostra do que aturamos. Não são os miúdos que nos dão mais trabalho...
Beijinhos
De Estupefacta a 27 de Novembro de 2007 às 22:16
E mais nada... depois ainda querem que os Encarregados de Educação entrem no processo da nossa avaliação.
Já sei, foi a Sr.ª Ministra que mandou este recado na caderneta do seu educando, eh eh.

beijinhos grandes
De estoriasdaminhaterra a 28 de Novembro de 2007 às 09:18
Analisando as coisas friamente o caso até poderá jogar a nosso favor ( nas avaliações) suponhamos que nos saem uns textos do género " Eu axu que o prefessore énhe uma vesta, purque o meu filho ainda num lê como manda a sapatilha munto menos save a tavuada, debia eras ser mandado imbora, Maria." podemos sempre reencaminhar a carta à ministra e alegar pedagógicamente que assim não existem condições de trabalho, que a escola onde trabalhamos tem graves problemas sociais ( que nos ultrapassam), que as familias são disfuncionais e analfabetas etc ( o que em alguns casos nem foge muito à realidade) em anexo vão as cartas dos papás e algum pneu furado ou uma porta do carro riscada... acho que podemos virar o feitiço contra o feitiçeiro, a não ser que a Maria que assina seja a mesma que recebe as cartas reenviadas dos professores, aí a coisa pode dar para o torto e passar de vez a não haver colocações para docentes por o país não ter necessidade...
De daplanicie a 28 de Novembro de 2007 às 20:43
Parece-me que deve ter sido ela, sim. O tipo de ideias são muito semelhantes. Do tipo "quem manda sou e vocês não sabem nada".
Beijo grande
De RCataluna a 28 de Novembro de 2007 às 01:18
O título do post não podia ser mais apropriado... Assim é difícil...
De daplanicie a 28 de Novembro de 2007 às 20:44
Ui, ui, difícil mesmo! E ainda querem que andemos a passar por coisas destas até aos 65. Deve ser, deve!!
De nofimdoarcoiris a 28 de Novembro de 2007 às 13:53
Na realidade parece que os pais, quando chegam a casa têm mais que fazer que preocupar-se com os filhos. Como encarregada de educação preocupa-me bastante a despreocupação que existe entre os outros E.E . sobre a educação dos seus educandos. E venho constatando isso inclusive na assiduidade às reuniões com os mesmos. Em turmas de vinte e tal alunos cheguei a estar em reuniões com apenas 5 ou 6 E.E . (incluindo eu). Sei que as reuniões por vezes são feitas a horas impróprias para quem trabalha, mas será apenas esse o motivo? Ou será que os educadores se demitem dessa função e transferem-na unicamente para os professores?
De daplanicie a 28 de Novembro de 2007 às 20:46
Completamente de acordo! Só para dar um exemplo, o anos passado organizámos um colóquio sobre relações familiares e convidámos um pedopsiquiatra de Lisboa e tal... No dia apareceram 5 mães, 0 pais e nós ficámos de cara à banda.
Um beijinho e continua sempre a ir às reuniões, ok?:-)
De guiga a 28 de Novembro de 2007 às 17:01
E está bem! Cada um é que sabe que tipo de educação quer dar aos filhos. E, se pensarmos bem, a nossa educação está feita de forma a que os professores aturem respostas destas!
*.*
De daplanicie a 28 de Novembro de 2007 às 20:47
É até ao dia em que a gente se chateie e haja um motim!!! LOL
Beijinhos
De Nikas a 30 de Novembro de 2007 às 11:07
Recebi esta imagem, por e-mail, e quando fui ler, fiquei.... de Boca aberta.
É lamentavel, que haja pais assim tão pouco despreocupados, por isso é que as crianças abandonam a escola, para que?? Trabalhar nas obras durante uma vida toda...

Não existe palavras(...)

Beijo fica bem

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds