Quarta-feira, 9 de Maio de 2007

Crianças desaparecidas

Tenho vindo a acompanhar atentamente o caso da pequena Madeleine, desaparecida há 6 dias no Algarve durante o que supostamente deveriam ser umas agradáveis férias em família.

Aguardo com esperança que o caso tenha um desfecho feliz e que quem decidiu raptá-la se aperceba finalmente do horror que praticou e a entregue, sã e salva, aos seus pais. No entanto, confesso que a cada dia que passa mais essa esperança diminui e mais improvável se me afigura esse facto.

É impossível a quem tem filhos ouvir, indiferente, uma notícia como esta. Penso que não deve haver mãe nem pai no mundo que, ao ouvir os relatos deste desaparecimento e ao ouvir a súplica da mãe, descrevendo como a sua filha é uma criança especial e pedindo que lha entreguem, não tenha sido invadido por uma sensação de horror aliada ao pânico de que lhe possa acontecer o mesmo.

Aterroriza-me como mãe e como educadora pensar que existem no mundo pessoas com tal espírito de malvadez que nem as crianças se inibem de molestar.

Quando ontem assisti a mais uma reportagem sobre este caso ouvi um jornalista dizer que no site da PJ estavam dados e informações sobres este e outros casos de crianças e jovens desaparecidos. Hoje fui ver as fotos e informações e é terrível verificar que há lá crianças que desapareceram há mais de 10 anos e nunca mais foram vistas e fiquei a pensar no que sentirá uma mãe ao saber que o seu filho pode estar vivo algures em qualquer parte do mundo e que pode estar a sofrer horrores nas mãos de pessoas que de seres humanos apenas têm o nome pois não passam de aberrações da natureza.

É uma coisa terrível pois quando se tem a infelicidade de perder um filho por doença ou qualquer outra coisa imagino que seja uma dor insuportável. Mas isto, este perder sem saber se é para sempre, sem saber como estará, se passará privações se a qualquer instante voltará, talvez seja um destino pior que a morte.

tags:
publicado por daplanicie às 12:06

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Isa a 9 de Maio de 2007 às 15:07
Não sou mãe, sou tia de 2 lindas meninas, uma de 5 anos, outra de 6 anos, e é delas que me lembro qd me deparo com estas noticias, é mosntruoso, o q fazem às crianças e aos seus pais.concordo com o seu post, por muito q custe uma morte, é sempre diferente, pq sabemos o significado, agora um desaparecimento tem que ser uma coisa horrivel mesmo.
De Isa a 9 de Maio de 2007 às 15:08
enganei-me, uma sobrinha tem realmente 5 anos, mas a outra tem 6 meses.
De estoriasdaminhaterra a 9 de Maio de 2007 às 15:14
Também ainda não sou mãe, sou educadora o que me faz ter uma ligação muito próxima com crianças. Obviamente também não assisto a este drama descansada, lembro-me dos meus alunos da minha familia dos meus conhecidos e tento imaginar a dor sentida por estes e outos pais.
Quanto a este caso em particular quero acreditar que a Madelaine irá aparecer mas por outro lado lembro-me de um outro caso ( também mediatizado há uns anos atrás) e que continua por solucionar, O Rui Pedro de Paredes continua desaparecido. Hoje já será um homem.
De Cristal a 9 de Maio de 2007 às 16:34
Não sou mãe mas sou tia de 3 sobrinhos que para mim são como filhos.
Hoje á hora de almoço foi esse o tema, pois por mais que tentemos não conseguimos ficar indiferentes ao que se passa.
Lembro-me quando o Zé Pedro desapareceu e do que se falou e foi feito, cartazes por todos os lados com a foto dele e nunca se chegou a saber o que se passou.Depois a Joana e agora a Madeleine.......
Concordo quando escreves qual será melhor, se a morte, ou simplesmente o desaparecimento sem saber para onde.
Beijo
De raio a 10 de Maio de 2007 às 18:21
... mas também esta situação vem mais uma vez chamar à atenção os pais que teimam em ignorar a existencia da malvadez no ser humano... algo que eu já tinha salientado no meu artigo em em que transcrevo algumassugestões da policia judiciária

Saudações
Raio

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds