Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Entrevista de José Sócrates

"Não serei mais um Primeiro-Ministro que passa por lá sem fazer a avaliação dos professores". Foi assim que José Sócrates voltou a garantir que o sistema de avaliação de professores é mesmo para avançar. “Isto não é para o próximo Governo, é para fazer agora. Não é preciso ser tudo perfeito. Mas, o pior sistema é quando não há nenhum sistema de avaliação”, explicou. Admitindo que foram “muitas reformas ao mesmo tempo”, o primeiro-ministro enumerou o que fez nos três anos do seu Governo: aulas de substituição, colocação de professores por três anos, alteração do estatuto da carreira docente e “mais importante”, afirmou Sócrates, “aumentar o número de cursos profissionalizantes”. Por último, frisou que o seu Governo conseguiu “mais alunos, com o mesmo dinheiro, ou seja, mais sucesso e menos abandono.” E concluiu: “O sucesso económico do país depende da questão educativa”.

In Diário Económico

Deste artigo bastante mais extenso, escolhi este excerto que representa a parte da entrevista relativa às políticas de Educação durante estes 3 anos de governação. Do que li e do pouco que ouvi verifico que o senhor Primeiro-Ministro precisava de falar com alguns docentes dos diversos ciclos e OUVIR realmente o que temos para dizer. Talvez se conhecesse melhor a realidade das escolas portuguesas não fizesse afirmações como as que ouvimos que só não me escandalizaram porque já as esperava.

Esmiuçando um pouco cada um dos aspectos referidos pelo Engenheiro José Sócrates, vejamos se terá assim tantos motivos de orgulho do que tem sido feito nos últimos anos em matéria de educação:

  • Avaliação de Desempenho - Um caos completo e absoluto, em que ninguém se entende, onde nem os instrumentos de avaliação são fornecidos originando que cada Agrupamento de escolas elabore os seus, o que pode (e vai) originar desigualdades e injustiças. Nenhum profissional que se preze receia uma avaliação ao seu desempenho. O que receará certamente será uma avaliação injusta onde, logo à partida,  sabe que o acesso à menção de Muito Bom e de Excelente está condicionado ( como se só alguns o pudessem ser...)
  • Aulas de substituição - Um pesadelo para todos, professores e alunos ( só não o é para quem não entende nada de educação). Como é possível um professor de Educação Física fazer uma substituição de Matemática ou vice-versa, por exemplo? Como é óbvio, e uma vez que os professores de cada disciplina são colocados à medida das necessidades das turmas e não em excesso para que possam realizar substituições na sua área, estas aulas poderiam chamar-se com mais justiça e honestidade de "empata-meninos ".
  • Colocação de professores por três anos - O sistema de concursos foi de tal forma aperfeiçoado e funciona tão bem que se verifica em todos os os distritos que professores com mais de 20 anos de serviço ficaram colocados pelos tais 3 anos a distâncias enormes e os que têm 5 ou 6 anos ficaram colocados perto do seu local de residência, já que as vagas disponíveis não foram postas todas à disposição na primeira fase do concurso aparecendo apenas quando os mais antigos estavam já colocados.
  • Alteração do Estatuto da Carreira Docente - A maior ofensa aos professores de que há memória desde o 25 de Abril, em que direitos já conquistados foram retirados sem sequer ser dada hipótese de diálogo aos sindicatos. Uma prova absoluta e incontestável do autismo que vigora ultimamente no governo do nosso país.
  • Aumento do número de cursos profissionalizantes - A este respeito só tenho a dizer que, se os licenciados não arranjam colocação, como o poderão fazer alunos cujos cursos dão apenas equivalência ao 12º ano ( alguns só ao 9º)? Em alguns casos muito específicos e em áreas com mais carências de especializados talvez dêem uma hipótese aos jovens, mas na sua maioria apenas servem para estatística.
  • Mais alunos com menos dinheiro - Esta é a melhor de todas, na minha opinião. É verdade! Para se pouparam uns tostões encerraram-se dezenas e dezenas de escolas em todo o país, originando que crianças de 6 anos passem o dia inteiro numa localidade que não é a sua e longe de qualquer contacto com o que lhes é familiar. Também se criaram turmas de 26 alunos dos 4 anos de escolaridade quando a legislação apenas permite um máximo de 18 desde que tenha mais do que 3 anos diferentes ( trata-se de uma violação da lei, mas como é uma violação feita pelo governo está tudo bem...) tornando as condições de trabalho e a possibilidade de desenvolver um trabalho minimamente dinâmico, quase nulas. E acreditem que sei muito bem do que estou a falar já que é o caso da turma com que lido diariamente. Isto para referir apenas alguns entre muitos outros aspectos.

Face a tudo isto, e depois de 22 anos de serviço, é muito difícil combater o desânimo que cada vez mais sinto a apoderar-se de mim. Nunca antes desejei fazer outra coisa que não fosse educar os homens de amanhã, mas actualmente dou por mim às Segundas-feiras a pensar se aguentarei até Sexta e nos Domingos de manhã a entristecer porque no dia seguinte já é dia de trabalho. Resta-me apenas a esperança de que melhores dias virão...


publicado por daplanicie às 17:21

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De jocasipe a 22 de Fevereiro de 2008 às 23:55
Essa especie de engenheiro tá a encravar o Pais. E o que ele diz? PORREIRO, PÁ!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds