Quarta-feira, 30 de Abril de 2008

Opinião de uma advogada

          "Já que muitos jornalistas e comentadores defendem e compreendem o modelo proposto para a avaliação dos docentes, estranho que, por analogia, não o apliquem a outras profissões (médicos, enfermeiros, juízes, etc.). Se é suposto compreenderem o que está em causa e as virtualidades deste modelo, vamos imaginar a sua aplicação a uma outra profissão, os médicos.
            A carreira seria dividida em duas: médico titular (a que apenas um terço dos profissionais poderia aspirar) e médico.  
            A avaliação seria feita pelos pares e pelo director de serviços. Assim, o médico titular teria de assistir a três sessões de consultas, por ano, dos seus subordinados, verificar o diagnóstico, tratamento e prescrição de todos os pacientes observados. Avaliaria também um portefólio com o registo de todos os doentes a cargo do médico a avaliar, com todos os planos de acção, tratamentos e respectiva análise relativa aos pacientes.
            O médico teria de estabelecer, anualmente os seus objectivos: doentes a tratar, a curar, etc. A morte de qualquer paciente, ainda que por razões alheias à acção médica, seria penalizadora para o clínico, bem como todos os casos de insucesso na cura, ainda que grande parte dos doentes sofresse de doença incurável, ou terminal. Seriam avaliados da mesma forma todos os clínicos, quer a sua especialidade fosse oncologia, nefrologia ou cirurgia estética...
            Poder-se-ia estabelecer a analogia completa, mas penso que os nossos "especialistas" na área da educação não terão dificuldade em levar o exercício até ao fim.
            A questão é saber se consideram aceitável o modelo? Caso a resposta seja afirmativa, então porque não aplicar o mesmo, tão virtuoso, a todas as profissões? Será?"
 
 
P.S. - Recebi este artigo de opinião por mail , desconhecendo a sua autora.
 

publicado por daplanicie às 12:48

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Pérola a 30 de Abril de 2008 às 14:49
Uma salva de palmas para esse e-mail que recebeste e para a sua autora!! Porquê? Por que, em parte, tem toda a sua lógica! E por que não aplicar esse modelo de avaliação em todas as profissões? Na saúde, por exemplo, ia mudar muita coisa, ó se ia... :) Já que aplicaram no ensino, por que não nas outras? A começar pelo ministério da educação... e não só... lol
Agora a sério: como é que os professores podem ser penalizados pelo insucesso de um aluno, se ele depende também do esforço, do empenho e do estudo do aprendizando? Não percebo... E este é apenas um exemplo de que há alguns itens neste modelo de avaliação que não têm muita lógica...
Mas força na luta!
beijinhos
De guiga a 30 de Abril de 2008 às 16:13
Grande questão que é levantada!
Bom feriado!
Beijinhos *.*
De A-lupa-de-alguem a 30 de Abril de 2008 às 20:23
Olá. Passei a este blog só por acaso e gostei imenso dos textos. Fiquei informada sobre o tal acordo ortografico, este texto acima que fala de estender a avaliação a outras áreas( que concordo) e aquele texto dirigido ao seu filho(esse deixou-me comovida). Eu gosto muito de escrever, mas estou longe de escrever assim. Quando era pequena desejava ser professora primária. hoje sou operadora de caixa num supermercado. Vou passar cá mais vezes :) Felicidades
De daplanicie a 5 de Maio de 2008 às 17:00
Então cá fico a aguardar as suas visitas. Obrigada pelas suas palavras amáveis.
Cumprimentos
De Lua de Sol a 1 de Maio de 2008 às 03:00
Este mail está bastante pertinente... Bem, se assim fosse pobres dos médicos e ainda mais dos doentes (sim, que ser doente no nosso sistema de saúde pública não é fácil, o melhor é que só se adoeça ligeiramente e não gravemente)... Mas isto fez-me pensar... E os políticos?! Sim, o povo já não os avalia, não consegue - seja por serem todos iguais, pela falta de qualidade geral ou pela falta de transparência -, e se os políticos também fossem avaliados? Começaríamos pelas habilitações do número 1?!

Ah, ah!

Beijinhos

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Emocionalmente Saudável

. Ano Novo, Vida Velha

. Esperar

. Aos meus amigos

. O valioso tempo dos madur...

. Filhos

. Sinto-me...

. Hoje

. Tirar o "S" da CRISE

. Chuva...chuva...chuva

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds