Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

Sonhar

                     Sonhar é sair pela janela da liberdade,

é vaguear pelos caminhos
proibidos ou não.
É, sem ter um rumo qualquer,
ter um alvo a perseguir:
a felicidade.
Sonhar é não nos limitarmos a limites
sejam eles quais forem,
impostos ou não.
É fazer do impossível o possível
quando e como quiser o coração.
Sonhar é viver o passado no futuro
e o futuro no presente.
É ter o que se quer
e afastar o que não se deseja.
É despertar dentro de nós
aquele ser criança.
É almejar a vida...
Sonhar não é direccionar os pensamentos
ao que pode ser real
Mas sim tornar real,
mesmo que apenas na mente,
o possível e o impossível,
o real e o abstracto,
o tudo e o nada...
Sonhar é dar a própria vida
É entregar ao coração as rédeas da razão
Sonhar é sair...
       É fazer...
       É sentir...
       É amar...
       É ser amado...
       É ter esperança...
       É viver!
       Sonhar é preciso!
 
tags:
publicado por daplanicie às 08:58

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

Navego

 

Sigo pelo mar azul

Navego ao sabor do vento

Não tenho amarras por perto

Nem baias no pensamento

 

Em frente, só o limite

Que o tempo me quiser dar

Deixo os porquês à espera

De quem quiser perguntar.

 

É no quebrar da corrente

No pleno grito lançado

Que a alma leve se eleva

E a vida larga o passado.

 

tags:
publicado por daplanicie às 21:49

link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Junho de 2009

Passos

Nunca fui grande apreciadora da Mafalda Veiga, confesso. O seu estilo meio "água com açúcar" não são o meu género de música preferido embora também não deixe de apreciar algumas das suas canções. Encontrei, sem procurar, este poema que achei adequado ao meu estado de espírito actual e verifiquei que era a letra de uma das suas músicas. E aqui o coloco, à falta de inspiração para escrever um meu.

 
Sigo um azul perdido na distância
E um tempo a viajar pra outro lado
É tão incerto o gesto, é como a dança
De um sopro no vento, abandonado

Levo as mão vazias e a vontade
A força inteira do mundo a respirar
Soltando dentro amarras à deriva
Que me abrem braços noutro mar

Vou procurar rumos só meus
Sem sentir mais nada
Só os meus passos a andar
Só os meus passos a correr
Só os meus passos a atravessar o mundo

O sol arde no branco das paredes
E o calor vai ficando para trás
Já morreu dentro de mim o punho negro
De garras que apertavam sem matar

Sem medo de navegar enfim a sós
Sem medo do que se vê na escuridão
Corro atrás das chamas leves e furtivas
Sem sentir mais nada

Corro atrás de ventos incontidos
Sem ver mais ninguém
Sem sentir mais nada
Só os meus passos a atravessar o mundo

tags:
publicado por daplanicie às 22:36

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Março de 2009

Desafio

Confio 

Hoje,

Que a desesperança,

Quase tomou conta de mim,

Pensei…

Que se uma andorinha negra,

Traz consigo as cores da primavera,

Se a seguir a negrura de uma noite escura,

O sol trás consigo as cores e o cheiro do dia,

Se o bater na rocha das fortes marés

Produz cristalinos grãos de areia,

Que se o temor da tempestade medonha,

Faz desejar um porto seguro,

Que a seguir à dureza da aprendizagem,

Vem sempre o gosto do conhecimento,

Porque não confiar

Que a seguir à desesperança,

Vem sempre uma nova esperança.

 

 

Passo este desafio, que me foi oferecido pela Maria  (Obrigada, amiga) a quem o desejar aceitar. Consiste em escrever um poema sobre a confiança.

 

 

 

 

 

tags:
publicado por daplanicie às 08:29

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 30 de Março de 2008

Felicidade

Felicidade não tem peso,
nem tem medida,
não pode ser comprada,
não se empresta,

nem se pede emprestada.
Só pode ser legítima.
Felicidade falsa não é felicidade.

É ilusão.
Mas, fazendo as contas na medida do bem,
diria que a felicidade pode ter tamanho,
pode ser grande, pequena,
caber nas conchas da mão,
ou ser do tamanho do mundo.
Felicidade é sabedoria, esperança,
vontade de ir, vontade de ficar,
presente, passado, futuro.
Felicidade é confiança:
fé e crença,trabalho e acção.
Não se pode ter pressa de ser feliz,
porque a felicidade vem devagarinho,
como quem não quer nada.
Ser feliz não depende de dinheiro,
não depende de saúde,
nem de poder.
Felicidade não é fruto da ostentação,
nem do luxo.
Felicidade é desprendimento,
não é ambição.
Só é feliz quem sabe suportar, perder,
sofrer e perdoar.
Só é feliz quem sabe, sobretudo, amar

tags:
publicado por daplanicie às 09:26

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 19 de Janeiro de 2008

Trocando olhares

Blum_Robert_Frederick_The_Picture_Book.jpg

 

 

Versos! Versos! Sei lá o que são versos…
Pedaços de sorriso, branca espuma,
Gargalhadas de luz. cantos dispersos,
Ou pétalas que caem uma a uma.

Versos!… Sei lá! Um verso é teu olhar,
Um verso é teu sorriso e os de Dante
Eram o seu amor a soluçar
Aos pés da sua estremecida amante!

Meus versos!… Sei eu lá também que são…
Sei lá! Sei lá!… Meu pobre coração
Partido em mil pedaços são talvez…

Versos! Versos! Sei lá o que são versos..
Meus soluços de dor que andam dispersos
Por este grande amor em que não crês!…

Florbela Espanca - Trocando olhares -

tags:
publicado por daplanicie às 10:24

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008

Se...

Se podes conservar o teu bom senso e a calma
No mundo a delirar para quem o louco és tu...
Se podes crer em ti com toda a força de alma
Quando ninguém te crê...Se vais faminto e nu,

Trilhando sem revolta um rumo solitário...
Se à torva intolerância, à negra incompreensão,
Tu podes responder subindo o teu calvário
Com lágrimas de amor e bênçãos de perdão...

Se podes dizer bem de quem te calunia...
Se dás ternura em troca aos que te dão rancor
(Mas sem a afectação de um santo que oficia
Nem pretensões de sábio a dar lições de amor)...

Se podes esperar sem fatigar a esperança...
Sonhar, mas conservar-te acima do teu sonho...
Fazer do pensamento um arco de aliança,
Entre o clarão do inferno e a luz do céu risonho...

Se podes encarar com indiferença igual
O triunfo e a derrota, eternos impostores...
Se podes ver o bem oculto em todo o mal
E resignar sorrindo o amor dos teus amores...

Se podes resistir à raiva e à vergonha
De ver envenenar as frases que disseste
E que um velhaco emprega eivadas de peçonha
Com falsas intenções que tu jamais lhes deste...

Se podes ver por terra as obras que fizeste,
Vaiadas por malsins, desorientando o povo,
E sem dizeres palavra, e sem um termo agreste,
Voltares ao princípio a construir de novo...

Se puderes obrigar o coração e os músculos
A renovar um esforço há muito vacilante,
Quando no teu corpo, já afogado em crepúsculos,
Só exista a vontade a comandar avante...

Se vivendo entre o povo és virtuoso e nobre...
Se vivendo entre os reis, conservas a humildade...
Se inimigo ou amigo, o poderoso e o pobre
São iguais para ti à luz da eternidade...

Se quem conta contigo encontra mais que a conta...
Se podes empregar os sessenta segundos
Do minuto que passa em obra de tal monta
Que o minute se espraie em séculos fecundos...

Então, ah, ser sublime, o mundo inteiro é teu!
Já dominaste os reis, os tempos, os espaços!...
Mas, ainda para além, um novo sol rompeu,
Abrindo o infinito ao rumo dos teus passos.

Pairando numa esfera acima deste plano,
Sem receares jamais que os erros te retomem,
Quando já nada houver em ti que seja humano,
Alegra-te, meu filho, então serás um homem!...


RUDYARD KIPLING 
tags:
publicado por daplanicie às 10:33

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 6 de Janeiro de 2008

Pelo sonho é que vamos

Pelo sonho é que vamos,
comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.
Basta a fé no que temos.
Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
e ao que é do dia a dia.
Chegamos? Não chegamos?
- Partimos. Vamos. Somos.

 

(Sebastião da Gama)

 

tags:
publicado por daplanicie às 11:10

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 25 de Dezembro de 2007

Deus Menino

Pequenino está deitado
Em palhinhas, Deus infante
Ai! Não há no céu estrelado
Astro de oiro mais brilhante
Correi pastorinhos 
Depressa a Belém
Co’a alma em carinhos
Por Deus nosso bem
Oh! Levai-lhe cordeirinhos
Todos brancos de candura,
De lã branca, com arminhos,
De olhos meigos de ternura.
Mais que a estrela do Oriente,
Mais que o oiro dos Reis Magos,
Jesus preza o inocente
E dos pobres quer afagos.
tags:
publicado por daplanicie às 10:26

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

Alma perdida

Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma de gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!

Tu és talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
Dalguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minhalma
Que chorasse perdida em tua voz!

 

FLORBELA ESPANCA

 

 

tags:
publicado por daplanicie às 10:38

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Sonhar

. Navego

. Passos

. Desafio

. Felicidade

. Trocando olhares

. Se...

. Pelo sonho é que vamos

. Deus Menino

. Alma perdida

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on-line

website stats

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds