Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Famílias numerosas

Estava a assistir ontem a uma pequena reportagem sobre famílias numerosas, onde era apresentada um casal de 37 anos que tem 7 (sim, sete) filhos, todos rapazes, dos quais o mais velho tem apenas 9 anos.

É claro que todos conhecemos uma ou outra família com mais do que um ou dois filhos. Eu própria tenho três filhos e muitas vezes já tenho ouvido expressões de espanto pela minha "proeza". Num mundo em que cada vez se preza mais a família reduzida fazendo muitos casais a opção de terem apenas um filho para lhe "poderem dar tudo o que quiser" é sempre de realçar estas pessoas, de quem só posso dizer que são extremamente corajosas.

Nos dias que correm em que o custo de vida não pára de aumentar, em que os perigos e a violência se tornaram verdadeiramente assustadores e em que a estabilidade dos empregos é cada vez menor (para mencionar apenas alguns dos aspectos) é mesmo um acto de coragem decidir ter tantos filhos. E, em muitos casos, a diferença de idades é tão pequena que, caso queiram ir todos para a universidade, certamente nunca lá juntarão menos de três ou quatro o que me parece um feito considerável, conseguir manter todos a frequentar o ensino superior tal o preço das propinas actualmente.

Confesso que também gostaria de ter tido mais um ou dois filhos mas, pesando os prós e os contras, acabámos por desistir. No entanto, deixo aqui a minha admiração por estes heróis que não hesitam perante nada na concretização do sonho de uma casa cheia de crianças. 

publicado por daplanicie às 17:27

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Terça-feira, 1 de Abril de 2008

Visita de estudo

O meu filhote já está um homenzinho e acreditem que não constato isto sem uma pontinha de tristeza. É claro que não pretendia tê-lo debaixo das minhas saias até ter 40 anos mas também não esperava que ele começasse a ter estes rasgos de independência tão cedo. Por mim, ainda ficava no ninho por mais uns 15 anos. Pronto, 15 não digo, mas 10 e não se fala mais nisso!

É que o bom do rapazinho ainda nem fez os 13 anos e já vai fazer uma viagem de estudo de dois dias. Dois dias, onde já se viu?! Andou ontem numa excitação que só visto, a preparar tudo para levar na viagem e mais parece, pela quantidade de coisas que quis levar, que vai passar pelo menos um mês longe de casa.

Lá fomos fazer as compras da praxe e, por vontade dele, a mochila ia cheia mas era de guloseimas e bolachas. Comidinha a serio, que é bom, isso ele dispensava. Até tivemos que comprar uma lanterna porque a viagem vai incluir a noite passada num Campo Aventura, com jogo de pistas durante a noite, Karaoke e muitas mais coisas divertidas.

Já se está mesmo a ver que vai ser uma noite passada em branco...é ele e eu. Ele porque anda na brincadeira com os amigos e depois da excitação toda das actividades não deve haver quem os sossegue. E eu porque só estou descansada quando ele está a dormir ali, no quarto ao lado do meu!

Comentário do rapaz antes de partir "Sabes, mãe, se o autocarro chegar amanhã depois das 2 da manhã, ficamos dispensados das aulas da manhã". Ao que eu respondi "Duas da manhã?! Mas a chegada está prevista para as 20H!".

Ao que ele rematou, muito satisfeito da vida, "Pois, mas há uns dos mais velhos que disseram que vão furar os pneus do autocarro para virmos só às tantas!". E esta, hem ??

publicado por daplanicie às 08:48

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Crescer

Às vezes esqueço-me de quão difícil é crescer e, aí, desato a fazer exigências e recomendações como se esperasse realmente ser ouvida. Esqueço-me que crescer é evoluir por si mesmo, é descobrir sentimentos que estão lá escondidos, esperando apenas uma oportunidade para emergirem com toda a força. E que temos que tentar compreendê-los e interpretá-los usando todas as nossas capacidades de aprendizagem sem que venha alguém dizer que isto quer dizer aquilo e que se fizermos assim certamente será melhor. Crescer é descobrir sozinho o caminho que vamos percorrer mesmo que nos arrisquemos, pelo meio, a ficar com umas nódoas negras ou um coração despedaçado.

Crescer é ir devagar, é dizer "NÃO", dizer "SIM" e também "TALVEZ", conforme nos apeteça ou dê vontade. É resolver problemas que nem sequer sabemos como arranjámos e, nesse processo, ir adquirindo algo fundamental que se chama responsabilidade.

É aprender a ser selectivo, é ter que escolher algo para toda a vida numa altura em que ainda não se sabe muito bem o que se quer. Crescer é, também, saber que está na altura de ir ao dentista ou que é sensato levar um guarda-chuva quando nuvens negras se aproximam.

Talvez crescer seja, antes de tudo, autoconhecimento e respeito pelos próprios limites. Porque neste livro a que chamamos vida usamos muitas vírgulas e reticências, interrogações e exclamações, mas o ponto final todos temos receio de conhecer.

Desculpa, filho, por muitas vezes me esquecer do que é CRESCER.

tags:
publicado por daplanicie às 08:44

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

Os jovens e a internet

Vi ontem uma reportagem onde eram analisados os resultados de um estudo sobre os vícios dos jovens. Este estudo refere-se aos últimos 8 anos e os seus resultados, que poderiam parecer bastante positivos à primeira vista, se analisados mais profundamente não o serão tanto como seria desejável.

Segundo este estudo houve uma grande evolução dos hábitos dos jovens neste últimos anos, tendo o consumo da tabaco baixado drasticamente, o consumo de drogas estabilizado e o do álcool aumentado, embora não de forma alarmante. Aparece no entanto um novo vício que tem tendência a aumentar cada vez mais e que está relacionado com o avanço impressionante da tecnologia a que temos assistido.

Nesse estudo, que contou com a participação de milhares de jovens que foram sendo seguidos durante esse período de tempo, verificou-se que o número de horas que cada jovem passa, diariamente, em frente ao écran do PC, aumentou de tal forma que chega a ser alarmante.

Era referido o caso de um jovem de 22 anos, que desistiu do seu curso de engenharia porque lhe ocupava muito tempo, que apenas tem um emprego num call-center em part-time para ter mais tempo livre e tudo isto para quê? Para passar horas e horas a jogar on-line.

A família, que não quis ser filmada, disse ao jornalista que há muito tempo que ele não fazia as refeições com a família e que havia dias que mal o viam. O diálogo era inexistente porque ele, quando está em casa, está fechado no quarto a jogar e não quer ser interrompido.

Estava a assistir a esta reportagem e estava a ver ali o que foi a vida da minha família até há pouco tempo e conseguia sentir a preocupação daqueles pais porque também eu a senti durante meses e meses.

O meu filho mais velho também esteve viciado no mesmo jogo que aquele jovem joga e chegou a estar 16 horas seguidas a jogar, sem interrupção. Posso dizer que é uma terrível sensação de impotência porque quando um filho é independente financeiramente e tem 23 anos, há muito pouco que possamos fazer. Para nos consolarmos dizíamos que era bem melhor ele estar ali em casa, onde o sabíamos seguro, do que andar por aí até às tantas, sabe-se lá a fazer o quê, mas era um triste consolo porque o víamos pálido, com ar doente e qualquer tipo de conselho que tentássemos dar era encarado como uma crítica, um ataque e, portanto, mal recebido.

Chegámos a pensar em desligar a internet porque era fonte diária de discórdias entre todos, mas não achávamos justo privar o resto da família desse recurso. E então, quando não víamos luz ao fundo túnel e pensávamos que só iria piorar, assim de um dia para o outro, deixou de jogar.

Ninguém imagina o alívio que é voltar a vê-lo bem disposto, a brincar com o irmão, a conversar connosco, a ajudar em casa...É uma felicidade imensa tudo voltar ao normal. Queria deixar, por isso, a minha palavra de esperança para todos os pais que estejam a passar por este problema: não desanimem porque melhores dias virão.

 

tags:
publicado por daplanicie às 11:31

link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Filho querido

. Os filhos crescem

. Feliz Aniversário, Filha!

. Filhos adolescentes

. E quem é a melhor??

. Para uma filha especial

.

. Para o meu teenager

. Parabéns, Filha!

. Feliz Aniversário, Filho

.arquivos

. Janeiro 2014

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds